Tem barulho na eleição da FIEP

E tá uma confusão na eleição para a presidência da Federação das Indústrias do Estado do Paraná para a gestão 2019/2013.

Concorrem os empresários José Eugenio Gizzi (chapa de oposição) e Carlos Walter (situação). Gizzi é nascido em Jacarezinho mas fez sua carreira profissional em Curitiba. Walter é industrial em Maringá. A eleição é dia 14 de agosto. Mas até a tendência é o barulho só aumentar.

Pois bem, Gizzi acusa o atual presidente Edson Campagnolo de, mesmo fazendo parte da chapa de situação, ter iniciado o processo eleitoral como presidente da Comissão Eleitoral. Só deixou a comissão depois de muita gritaria dos opositores.

Também afirma que o atual presidente está usando a instituição para beneficiar a chapa de situação. Segundo Gizzi, Campagnolo enviou mensagens a todos os presidentes de sindicatos da indústria alertando sobre a regra de não fazer campanha dentro das instituições. No entanto, ele mesmo teria gravado um video com conotação de propaganda eleitoral em ambientes ligados à Federação. Campagnolo também é acusado de mudar a regra do jogo depois do processo iniciado. (veja aqui)

Deixe uma resposta