Termina greve relâmpago na UEL

Pois é. A greve da Universidade Estadual de Londrina iniciada ontem, durou apenas algumas horas. Apenas tempo suficiente para mais um desgaste básico com a sociedade, alunos, fornecedores, etc.

Hay posibilidad de desgaste? Yo voy.

Hoje as aulas foram retomadas. A decisão foi tomada na tarde de ontem pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UEL. A suspensão relâmpago das aulas havia sido determinada pela reitora Berenice Brandão. Ela reclamava que faltam professores em todos os departamentos da instituição.

Bom, o governo se comprometeu a autorizar a contratação em regime especial.

5 comentários em “Termina greve relâmpago na UEL

  • 20/03/2018, 12:13 em 12:13
    Permalink

    Qual o salário do Prefeito do Campus ??? Alguém pode ajudar????

    Resposta
  • 20/03/2018, 12:47 em 12:47
    Permalink

    Cláudio, o problema não é a reitora, mas sim esse governo, onde não há diálogo, não há interesse, onde as coisas só se resolvem na pressão ou no cacete. E há quem queira lhe eleger senador, nem pra síndico esse cara deveria ganhar depois desses 8 negros anos…

    Resposta
  • 20/03/2018, 12:48 em 12:48
    Permalink

    Precisamos falar sobre a vaidade na vida acadêmica
    Rosana Pinheiro-Machado

    Combater o mito da genialidade, a perversidade dos pequenos poderes e os “donos de Foucault” é fundamental para termos uma universidade melhor

    A vaidade intelectual marca a vida acadêmica. Por trás do ego inflado, há uma máquina nefasta, marcada por brigas de núcleos, seitas, grosserias, humilhações, assédios, concursos e seleções fraudulentas. Mas em que medida nós mesmos não estamos perpetuando esse modus operandi para sobreviver no sistema? Poderíamos começar esse exercício auto reflexivo nos perguntando: estamos dividindo nossos colegas entre os “fracos” (ou os medíocres) e os “fodas” (“o cara é bom”).

    https://www.cartacapital.com.br/sociedade/precisamos-falar-sobre-a-vaidade-na-vida-academica

    Resposta
  • 20/03/2018, 23:28 em 23:28
    Permalink

    700 dos 900 milhões do orçamento é pra pagar folha… O pessoal lá tem um discurso bonito.. mas no fim só querem saber de $$

    Resposta
  • 21/03/2018, 13:20 em 13:20
    Permalink

    Um absurdo, o estado gastar tanto neste setor. Faculdade paga já. Quero ver quantos sobram nessa teta.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: