Troca troca na prefeitura de Londrina, mais uma

Como este blog já havia antecipado há mais de uma semana, o prefeito Marcelo Belinati faria uma mudança na Secretaria de Meio Ambiente. E fez.

Hoje ele anunciou a saída da Secretária Roberta Queiroz. No lugar dela na Sema assume o arquiteto e urbanista Gilmar Domingues Pereira, servidor da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização há 24 anos.

Roberta foi remanejada para a Assessoria para Projetos Estratégicos.

A questão, poucos na prefeitura falam abertamente, é que estava havendo uma queda de braço entre a Sema e principalmente a CMTU. A Sema chegou a multar a CMTU por cortar árvores indevidamente.

Com a mudança, Belinati fez uma acomodação política.

 

5 comentários em “Troca troca na prefeitura de Londrina, mais uma

  • 30/05/2018, 14:50 em 14:50
    Permalink

    Cadê a ong mãe kubrica?

    Resposta
  • 30/05/2018, 19:14 em 19:14
    Permalink

    Paçoca essa história sua não tá bem contada. O que a sema fez com essa moça a frente?? Nada, olhei a notícia no site da prefeitura e vi que ela vai dar ênfase para entre outras coisa, energia nuclear, kkkk, aí para o trem

    Resposta
  • 31/05/2018, 09:23 em 09:23
    Permalink

    O nome do Ministério Alemão é “Ministério Federal do Meio Ambiente, da Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Alemanha” , o Programa Interact-BIO desenvolvido com o ICLEI através de uma iniciativa deste Ministério tem foco na biodiversidade e não contempla energia nuclear. Só para esclarecer.

    Resposta
    • 31/05/2018, 13:00 em 13:00
      Permalink

      Kkkkkkk, a ex secretaria tento falar bonito pra nóis e o cabra aí em cima esclareceu, será que foi por isso que saiu?? Não sabia que caminhão andava??

      Resposta
  • 01/06/2018, 15:08 em 15:08
    Permalink

    Boa tarde. Estou vendo que este blog não é sério mesmo. Eu já havia apontado aqui que a Sema não multou a CMTU, somente notificou sobre um procedimento irregular. E não há conflito entre Sema e CMTU, como este blog força a parecer. A Secretária Roberta fez um excelente trabalho à frente da Sema, que não é só corte de árvores, mas muitas outras ações ambientais, tais como a regulamentação do licenciamento ambiental, que hoje é realizado em até 40 dias, com respeito e agilidade no atendimento ao empreendedor; agilidade e referência no procedimento de fiscalização ambiental; produção de mudas e flores no viveiro municipal, dentre outros.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: