Tudo igual, sempre. TCGL não dá um centavo de desconto na tarifa

E a empresa de Transportes Coletivos Grande Londrina protocolou de manhã a sua proposta para explorar 65% do transporte coletivo na cidade. Curiosamente foi a única que demonstrou o interesse. Como também era de se esperar, a TCGL não deu um centavo de desconto no valor máximo proposto pela prefeitura, de R$ 4,3539.

Venceria, entre outros quesitos, a empresa que oferecesse o menor preço. Como foi a única, de novo e como sempre…

Se for aprovada a proposta, cai por terra o discurso do atual prefeito Marcelo Belinati de que iria acabar com o monopólio do transporte coletivo na cidade.

Ao contrário do que ele garganteava, ficarão as mesmas duas empresas que já operam o serviço há décadas.

 

Deixe uma resposta