UEL em greve, de novo e mais uma vez

Como era de se esperar, haverá greve na Universidade Estadual de Londrina. Acho que até já faz parte do calendário.

Informa o sindicados servidores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) que, em assembleia realizada hoje, foi decidida greve a partir de segunda-feira. A reclamação é o atraso nos salários.

Segundo o presidente da Assuel Sindicato, Adão Brasilino,  se o governo depositar o salário dos trabalhadores até a próxima segunda-feira, 5, a categoria volta a se reunir em assembleia para debater o assunto. ” Sem salário não dá para trabalhar”, declarou. Os servidores aprovaram ainda que não irão fazer as matriculas dos aprovados no vestibular 2018, caso o pagamento não seja efetuado.
Sempre lembrando que o atraso, segundo o governo, foi causado pela demora da UEL em repassar as informações para o ingresso no sistema de gestão do governo conhecido como META 4.

2 comentários em “UEL em greve, de novo e mais uma vez

  • 01/02/2018, 17:49 em 17:49
    Permalink

    Os pais de alunos aprovados devem recorrer ao Ministério Público do Estado do Paraná e MPT.
    Acabar com esta pouca vergonha de Greve do Lula e Greve do Maduro e Greve do Socialismo.
    40 a 31 foi a Assembléia.
    71 votantes.
    Dois ônibus atrapalham uma cidade e uma leva de estudantes.
    Vão trabalhar e enviar os documentos on line para a Folha de Pagamento minha gente.

    E os espertos trabalhadores que falsificaram Certificados de cursos para subir na carreira e ganhar mais, foram demitidos?

    Resposta
  • 01/02/2018, 18:13 em 18:13
    Permalink

    Aliás:
    5 universidades de 7 receberam salários dia 31 de janeiro.
    UEL quer ser a menos investigada e transparente?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: