Um escolhido muito indiscreto

Do Contraponto/Celso Nascimento

Nem Cida nem o marido Ricardo abriram a boca até agora para anunciar secretários e outros nomes para ocupar cargos estratégicos no governo que iniciam (no plural mesmo) oficialmente no dia 7 de abril. Mas já houve um vazamento. Nem bem convidado para ser o próximo chefe da Procuradoria Geral do Estado (PGE), o advogado Flávio Pansieri resolveu fazer “campanha” para desbastar resistências e ser confirmado.

A “campanha” se justifica: ele não é da carreira de procuradores do Estado e sabe que encontraria dificuldades para ser aceito na instituição, que, com 270 membros, tem consciência que deve ser do seu meio o nome mais apropriado para ocupar a chefia – cargo que, em última análise, é a de advogado defensor do Estado. Uma espécie de goleiro para evitar não só os gols dos que pretendem tirar vantagens indevidas, mas também alertar os governantes para o cumprimento da ordem legal.

Flávio Pansieri, o candidato indiscreto, não é qualquer um. É professor de Direito Constitucional, amigo pessoal e sócio do escritório de advocacia que divide com Diego Campos, que é marido da deputada Maria Victória e, portanto, genro de Cida e Ricardo. (Leia mais)

Deixe uma resposta