Um governo que só olha para um lado

Esta é uma das verdades incontestáveis desta administração petista. Aos amigos tudo. Aos inimigos, a lei.

A presidente Dilma aumentou abusivamente a multa para os caminhoneiros que continuarem bloqueando as rodovias. Usam a força para retirá-los das rodovias, sem dó.

Mas esta regra só é válida para os adversários. O MST é useiro e vezeiro dessas estratégias, bloqueando vias, invadindo prédios públicos, inclusive invadindo ministérios em Brasília e nenhuma ação é feita para impedir que os “parceiros” sejam punidos.

Veja o que diz o pesquisador Décio Gazoni:

Art. 5.º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza (Constituição Federal). Mas, para o Governo, alguns são menos iguais. Quando os caminhoneiros fecham as estradas, ferro, multa e cadeia. Quando o MST invade propriedades e fechas as mesmas estradas, assovia-se e olha-se para o lado, porque não é com o Governo.

 

Um comentário em “Um governo que só olha para um lado

  • 11/11/2015, 21:15 em 21:15
    Permalink

    Hummmmm… Que igualdade pode haver entre um camponês sem terra e um proprietário de uma frota de caminhões que tem poder econômico até para contratar capangas para intimidar verdadeiros caminhoneiros? O governo fez o que tinha de fazer: interromper um movimento golpista e não permitir que gente que não respeita resultado eleitoral trouxesse prejuízos para a sociedade. Mais uma vez a turma do Aécio escolheu o líder errado. O grande líder dos coxinhas anunciou “é renúncia ou impeachment” e só uma minoria raivosa o apoiou. Os golpistas pensaram que estavam no Chile do século passado. Não vão destruir a democracia que o povo brasileiro conquistou.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: