Um “olavista” na corda bamba

do Relatório Reservado

O secretário de Alfabetização, Carlos Nadalim, deverá ser o próximo a perder o lugar na dança das cadeiras regida pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro. “Olavista” de carteirinha, Nadalim é um dos últimos indicados pelo “guru da Virgínia” ainda presentes no Ministério. É tido por seus colegas como um dos quadros mais ideológicos da Pasta. Entre outros episódios, gerou conflitos no Ministério ao propor um modelo de avaliação da alfabetização em detrimento dos testes aplicados por intermédio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Nas últimas semanas, o ministro Milton Ribeiro fez mudanças em outros dois cargos importantes da Pasta, com as saídas de Alexandre Lopes e de Benedito Aguiar Neto das presidências do Inep e do Capes.

2 thoughts on “Um “olavista” na corda bamba

  • 11/05/2021, 15:37 em 15:37
    Permalink

    Tudo que vira dogma, produz sectarismo cego e tolo, não presta.

    Resposta
  • 11/05/2021, 22:28 em 22:28
    Permalink

    Caraca! A qualificação profissional desse rapaz está muito aquém do que deve ser exigido do profissional que vai exercer o cargo de secretário de Alfabetização no governo federal. Já ser olavista é o suficiente para não exercer o cargo.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: