Um vomita ao “sentir o cheiro de pobre”; o outro diz que “rouba mas não pede propina”

Esta campanha está se tornando um espaço para a sinceridade.

Em Curitiba Rafael Greca disse que chegou a vomitar quando teve que dar carona para um pobre.

Em Belo Horizonte o candidato Kallil diz, sem cerimônia que rouba mas não pede propina.

Deixe uma resposta