Uma longa viagem pela TAM

Na tarde de sexta as chuvas voltaram a Londrina. Refrescante e boa para nosso campo a chuva trouxe uma ventania inesperada e afetou algumas regiões da cidade no fornecimento de energia pela queda de árvores na rede elétrica. E também o problema do teto para decolagem no aeroporto José Richa, principalmente do vôo TAM 3396, vindo de Guarulhos, que deveria pousar as 18:30 hs. Deveria mas não veio, pois o comandante com receio da chuva e com pouco combustível decidiu ir a Curitiba, mas o aeroporto não estava fechado. E lá ficou enrolando os passageiros até a meia noite, deixando-os por mais de duas horas em solo e sem decidir se voava de volta a londrina ou a São Paulo, ou se deixava o pessoal em solo até embarcar noutro dia, acomodando-os em hotéis da capital. Até que a tripulação venceu seu horário e a TAM teria que providenciar nova equipe. A confusão no avião era grande pela revolta dos passageiros. Uma passageira paulista, com dois filhos (7 e 14) queria (voltaram no sábado a tarde para SP) encontrar o marido que a esperava em Londrina, gravou os comunicados do comandante: um festival de enrolação, que aqui reproduzo. E pelo site de rotas aéreas vemos que a decisão vergonhosa de não pousar a TAM na sexta foi tomada em território paulista, tudo para aproveitar o desconto no ICMS de combustível que o Paraná dá às companhias aéreas: http://migre.me/rEihQ 

Ouça abaixo a argumentação do comandante do voo e a reclamação do povo.

2 comentários em “Uma longa viagem pela TAM

  • 29/09/2015, 10:32 em 10:32
    Permalink

    Só no Paraná bobinho, que reduziu o ICMS de QAV (Querosene de Aviação) e nada se fez para aumentar o RESPEITO aos cidadãos.

    O Maranhão reduziu o ICMS do combustível de avião desde que as companhias aumentassem as ofertas de vôo por lá.
    E até uma cidade comemorou a entrada deste novo vôo da empresa SETE – Carolina (perto mas não muito de Imperatriz).

    (http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2015/04/companhias-aereas-anunciam-voos-diarios-entre-ma-e-outros-4-estados.html)

    Pernambuco reduziu seu ICMS se aumentassem os vôos – http://jconline.ne10.uol.com.br/canal/economia/pernambuco/noticia/2015/05/23/governo-de-pernambuco-reduz-icms-de-aereas-182523.php

    Ceará reduziu também mas não quer nada mais que aumentar o número de vôos:
    A lei reduz o ICMS do querosene para as empresas aéreas que operarem voo internacional partindo do Ceará http://www.valor.com.br/brasil/3331922/para-atrair-voos-ceara-reduz-icms-sobre-querosene-de-aviacao

    Para o presidente da Associação das Empresas Aéreas (ABEAR), Eduardo Sanovitz, a medida teve um impacto positivo em toda a cadeia produtiva do turismo, incrementando os negócios da hotelaria, bares e restaurantes e o comércio em geral. Referiu-se ainda que a Petrobras é madrasta quando estabelece o preço como se o produto ainda fosse importado, sendo que 65% do QAV consumido no país é produzido no Brasil.

    Resposta
  • 29/09/2015, 21:17 em 21:17
    Permalink

    Claudio Osti. Boa noite.
    Estava nesta famigerada aeronave e foi uma vergonha. O pior foi que fomos obrigados a desembarcar para troca de tripulação e que em mais alguns minutos iriamos embarcar novamente.
    Depois de quase uma hora fomos informados que o voo foi cancelado, pois o piloto substituto estava com dor de ouvido e não podia levar os quase 200 passageiros para Londrina. Dor de ouvido!!! Será que a TAM não tem um piloto para em condições de levar tantas pessoas para seu destino? Isto está na legislação.
    Estou buscando formas legais, pois não podemos mais ver situações como esta e ficarmos sem ação.

    Um grande abraço

    Carlos Zamataro

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: