Unioeste tem 610 cargos comissionados

Do blog do Fábio Campana

Após a polêmica relacionada aos supersalários, a Unioeste tornou pública uma lista com 610 ocupantes de cargos comissionados. A divulgação atendeu o sindicalista Laerson Vidal Matias, membro do conselho universitário, que recorreu à Justiça para exigir que a universidade tornasse a lista pública. Os cargos são distribuídos entre os cinco campi – Cascavel, Toledo, Marechal Cândido Rondon, Foz do Iguaçu e Francisco Beltrão – além do hospital universitário e a reitoria. As informações são d’O Paraná.

Na lista, estão todos os servidores nomeados com respectivos locais de exercício das funções e a simbologia de cada cargo. “Ressaltamos que as FG (funções gratificadas), FAS (funções acadêmicas superiores) e DA (diretorias acadêmicas) são de uso exclusivo para servidores efetivos, ou seja, do quadro próprio da instituição. Já os CC (cargos em comissão) são ocupados tanto por servidores efetivos, quanto por servidores sem vínculos com a instituição”, diz a nota da Unioeste.

Todos os dados constantes Na lista estão disponíveis no portal da transparência:http://www.portaldatransparencia.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=91.

Um dos itens que chama a atenção diz respeito ao valor mais alto citado na lista, que é de R$ 5.254,44 pago a um cargo comissionado de nível 3. O mais baixo diz respeito a uma função gratificada 06, com R$ 858,81. “Enquanto incha a estrutura de pessoal com cargos comissionados, a universidade ainda não chamou os aprovados no concurso público de 2012 e também mantém uma ala fechada no HU por falta de servidores efetivos”, critica o conselheiro Laerson Matias.

Deixe uma resposta