Vereador propõe detector de documentos falso em motéis

O vereador Tio Douglas (PTB) propôs um projeto a Câmara de Vereadores que obriga os motéis de Londrina, a instalarem um equipamento detector de documentos falsos. Os proprietários de estabelecimentos terão que cumprir a regra, em até um mês, depois de aprovada a lei. A multa poderá ser de até R$ 500 – na segunda inflação. O projeto recebeu parecer favorável da Comissão de Justiça.

0 thoughts on “Vereador propõe detector de documentos falso em motéis

  • 20/05/2015, 14:07 em 14:07
    Permalink

    E vereadores falsos,esses que só ficam falando e propondo bobagens,vai por um contador de carros nas praças de pedagio e deixa os caras furunfar em paz.

    Resposta
  • 20/05/2015, 14:19 em 14:19
    Permalink

    Sou o sabedor da verdade, mas para saber a verdade sobre esta lei idiota do edil, não é preciso ser o sabedor para saber. Sabe-se que o propósito na administração “púbrica” do “braziu” é criar a dificuldade para vender a facilidade. Ora, mesmo quem porta seus documentos originais e verdadeiros não gostaria de entregá-los em portaria dos motéis. Pois bem, sabedores que se esta lei do cidadão tio “Dougras” for aprovada seu movimento vai cair significativamente, os proprietários de estabelecimentos hoteleiros para fuck-fuck vão fazer o seu lobby com os vereadores, e aí a lei como que por encanto não será aprovada na câmara. Tio Douglas, de onde vem este comentário te mais, a verdade virá à tona. Vamos fazer o seguinte, o senhor retira o projeto alegando que pensou melhor, e que talvez a sua lei poderia vir a gerar desemprego entre os trabalhadores dos motéis da cidade londrina. Ou Motéis de Cambé, aumentai vosso preço!!!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: