Vereadora de Curitiba deixa a prisão

do Fernando Tupan
Fabiane Rosa acabou de ser libertada e entra no sistema de prisão domiciliar, o que levanta uma questão: se ela pode participar das sessões online da Câmara Municipal de Curitiba e voltar a receber o salário de vereadora.

A parlamentar foi acusada de peculato e concussão, pode pegar 12 anos de reclusão e dificilmente vai conseguir se reeleger na eleição de 15 de novembro – Fabiane também está encrencada no PSD, partido que se filiou em abril, na janela eleitoral, ela responde processo disciplinar por ter votado pelo aporte de até R$ 200 milhões ao transporte público e no mesmo dia, o marido foi nomeado para uma função gratificada na Guarda Municipal.

Deixe uma resposta