Vereadores de São Miguel do Iguaçu rejeitam cassação de prefeito, preso na última quarta-feira, 23

do Cabeza News

Em Sessão Ordinária realizada ontem os vereadores de São Miguel do Iguaçu rejeitaram dois protocolos feitos por moradores do município pedindo a cassação do mandato do prefeito Claudio Dutra, preso preventivamente na última quarta-feira, dia 23, durante a operação “Viação Fantasma”.

As duas votações, adianta a Rádio Cultura, foram 5×2 votos. Dos nove, um vereador não esteve na Sessão e como não houve empate, não precisou do voto do presidente.

O Protocolo 274/2020, de Flávia Murray Dartora Fernandes, pede, em resumo, a cassação por quebra de decoro parlamentar.

Já o 275/2020, de Volmer Roberto Tschinkel, pede, em resumo,a cassação por quebra de decoro parlamentar e também por omissão diante de várias denúncias em relação as possíveis irregularidades apontadas na operação que teve a prisão preventiva do prefeito.

Com a rejeição em plenário, os dois pedidos foram arquivados.

Deixe uma resposta