Vereadores enroladões têm salários suspensos em Londrina

Mesa Diretiva da Câmara de Vereadores reuniu-se hoje de manhã e decidiu tomar algumas medidas depois da hecatombe chamada ZR3, que tirou de circulação dois vereadores acusados de receber benefícios ilícitos para aprovar projetos.

Os dois vereadores afastados pela Justiça, o presidente da Casa, Mário Takahashi e o vereador Rony Alves, não receberão salários até que eles retornem à Câmara, se retornarem.

Também ficou definido que o pedido de abertura de CEI e possível processo de cassação de mandato dos dois vereadores citados, protocolado pelo vereador Filipe Barros na última semana, será enviado para o diretor jurídico da Câmara para análise.

Um comentário em “Vereadores enroladões têm salários suspensos em Londrina

  • 31/01/2018, 22:44 em 22:44
    Permalink

    Notícia fresquinha aos pagadores do IPTU mais caro do Brasil: “Depois de protestos, prefeito de Santo André revoga aumento do IPTU”.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: