Vice-presidente do Corinthians é preso em flagrante em nova fase da Lava Jato

Da Revista Época Negócio

O vice-presidente do Corinthians, André Luiz de Oliveira,  André Negão, foi preso em flagrante hoje em São Paulo, por posse ilegal de armas. Alvo da Operação Xepa, nova fase da Lava Jato, André Negão é suspeito de ter recebido R$ 500 mil em propinas da Odebrecht.

Às 6h, agentes da Polícia Federal foram a sua casa no Tatuapé com a missão de conduzi-lo coercitivamente para depor na Superintendência da Corporação, na Lapa. Durante as buscas em sua residência, os federais encontraram uma arma de fogo, sem licença.

O nome de André Negão apareceu na planilha de contabilidade secreta de propinas da Odebrecht, sob o codinome ‘Timão’ ao lado da palavra ‘Alface’. A planilha foi apreendida na casa da secretária dos altos executivos da empreiteira, Maria Lucia Tavares. A empreiteira é responsável pelas obras do Itaquerão, estádio do Corinthians, que sediou a abertura da Copa do Mundo 2014.(leia mais)

Deixe uma resposta