Prefeitura pede na Justiça revogação de doação de terreno a empresa de Gás

A prefeitura de Londrina está reivindicando na Justiça a revogação da doação de uma área de 8 mil metros quadrados a empresa Gastech.

O município alega que houve irregularidades na tramitação da doação e que ficou comprovado que vereadores da época receberam benefícios para aprovar a doação. O “cabeça” da operação, diz a ação, foi o então vereador Henrique Mesquita de Almeida Barros.

Os três senadores do Paraná estarão no PODEMOS

E o Senador Flávio Arns, informa Fernando Tupan, decidiu mesmo e está fora do REDE. Ele vai assinar a ficha de filiação ao PODEMOS que passará a ter 12 senadores.

Aliás, serão três senadores do Paraná no partido: Alvaro Dias, Oriovisto e Flávio Arns.

Vereador de Jataizinho é cassado. Acusação: homofobia e racismo

Jataizinho não pode reclamar de marasmo na sua política local.

Nos últimos meses a polícia tem frequentado a Câmara de Vereadores para conter ânimos. Volta e meia o giroflex é visto em frente à Casa de Leis.

E ontem, mais emoção. Por seis votos a dois, foi cassado o mandato do vereador Antônio Brandão de Oliveira Netto (PTC).

Ele foi acusado de falta de decoro parlamentar. Toninho Oliveira, como é mais conhecido, teria proferido palavras homofóbicas e racistas contra o também vereador Igor Sabará.

Sincoval ingressa com ação para que comércio abra aos sábados e domingos

O Sindicato do Comércio Varejista de Londrina ingressou com uma ação na Justiça para que o comércio da cidade possa abrir todos os dias da semana, inclusive domingos. É o que informa o jornalista Alberto D’Angele, da RPC/TV.

A ação quer que a prefeitura deixe de multar as empresas que abram fora do horário atual.

“A lei ora atacada, ofende dispositivos da Constituição Federal que incorporaram, expressamente, os princípios que balizam a Lex Legum, sendo substancialmente inconstitucional. É matéria pacífica que os municípios não têm
competência, para vedar o funcionamento do comércio em sábados, domingos ou em qualquer outro dia da semana”.

Veja a integra da ação abaixo

Sinceramente: é pouco deputado para muito salário

Quase verteu uma lágrima do olho direito deste blogueiro de tanta pena. É de cortar o coração o que está acontecendo com a renda do deputado estadual Luiz Carlos Martins.

Ele, que é radialista por profissão, reclamou que está ganhando pouco de salário na Assembleia. Todos os meses caem na conta bancária dele R$ 25 mil. Mas para ele é pouco.

Em 2018, segundo o IBGE, o salário médio do brasileiro foi de R$ 1.373,00. Só na Assembleia ele ganha o equivalente ao salário somado de 18 brasileiros. E ele considera pouco.

O salário médio de um radialista no Paraná é de R$ 2.232,83.

Luiz Carlos Martins recebe R$ 25 mil na Assembleia. E ele considera pouco.

Reforçando a bancada para disputar o comando do Senado

Aliás o Podemos, comandado pelo senador Alvaro Dias, tem feito arrastão. Recentemente filiou o senador Reguffe (DF), e a senadora Selma Arruda (MT), ex- PSL. Já são 11 senadores do Podemos e a bancada deve aumentar. O senador Flávio Arns, do Rede, deve também migrar para o Podemos.

Com as novas adesões o partido só tem bancada menor do que o MDB.

A meta de Alvaro Dias é ser presidente do Senado

César Silvestre deve comandar o Podemos no Paraná

E o prefeito de Guarapuava, César Silvestre, vai deixar o Cidadania e assumir o comando do Podemos no Paraná.

A vaga de presidente estadual está aberta desde que o empresário Marcelo Almeida deixou o comando da sigla.

O convite foi feito pelo senador Álvaro Dias.

Nos próximos dias ele fará o anúncio. A posse na presidência estadual será em outubro.

Contas de três deputados do Paraná invadidas por hackers

Informa o intrépido jornalista Fernando Tupan que três deputados do Paraná tiveram suas contas no Telegram hackeadas.

São eles: o deputado estadual Fernando Francischini (PSL) e os deputados federais Felipe Francischini (PSL) e Gleisi Hoffmann (PT).

Apesar dos problemas de segurança e a vulnerabilidade do aplicativo, os três falam que não irão deletar o programa, assim como o “Whats” também fácil de ser hackeado.

DER diz que não há risco no viaduto da Madre Leonia com PR 445

Rachaduras no viaduto na Rodovia PR 445, que passa sobre a Avenida Madre Leonia, em Londrina, está deixando muita gente preocupada.

Parte da pista chegou a ser interditada hoje.

Segundo o DER, seus engenheiros e o projetista da Obra de Arte Especial em questão estão no local.

Foi verificada uma abertura na junta de dilatação entre o viaduto existente e a extensão que foi executada à época da duplicação da PR-445. As duas se comportam como estruturas independentes, tendo suas próprias fundações.

De acordo com o projetista responsável pela obra e o engenheiro que acompanhou sua implantação, não há danos estruturais nem qualquer risco de colapso.

Não há necessidade de interditar a via.

A recuperação do pavimento será providenciada após a melhora do tempo.

PODEMOS fica sem presidente no Paraná

O presidente da comissão provisória estadual do PODEMOS, Marcelo Almeida está deixando o cargo. Diz ele que trabalhou intensamente para que o partido crescesse no Estado – o partido está funcionando em mais de 150 cidades – mas que agora, com outros compromissos profissionais, deixará a função.

O novo presidente deverá ser definido em breve.

Saldo de empregos foi positivo em agosto

Pelo quinto mês seguido, o Brasil teve saldo positivo no emprego formal. Em agosto, a expansão foi de 121.387 vagas, decorrente de 1.382.407 admissões e de 1.261.020 desligamentos. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira (25) pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Belinati diz que a Cacique fica

O prefeito de Londrina Marcelo Belinati, que ontem estava em Brasilia na eterna peregrinação atrás de recursos, disse não acreditar que a planta industrial da Cacique Solúvel, que vem sendo assediada pelo governo de João Dória, vá para Sertãozinho. Segundo ele, dias atrás conversou com diretores da empresa sobre a melhor data para anunciar a expansão da indústria em Londrina. “Não tem nada disso, a Cacique permanecerá em Londrina”, comentou o prefeito.