Renda da classe média cai de 20% a 50% na pandemia

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

da F.São Paulo

Ainda que os mais pobres formem a fatia mais vulnerável aos efeitos da Covid-19, com forte retração nos ganhos especialmente entre trabalhadores informais, a pandemia também impõe prejuízo para as camadas médias, mostra análise dos números da Pnad Contínua. (mais…)

Depois de querer proibir distribuição de comida para os pobres, Greca agora quer premiar entidades que fizerem distribuição

Rafael Greca – SMC

do PontoPolítico

Após a repercussão negativa da proposta original, que previa multa para quem distribuir comida sem autorização, o prefeito Rafael Greca (DEM) agora quer “premiar” quem atender a população em situação de rua e vulnerável de Curitiba. Pela nova versão do projeto, as Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que aderirem ao Programa Mesa Solidária terão acesso ao Banco de Alimentos e a produtos adquiridos com recursos do Fundo de Abastecimento Alimentar de Curitiba (Faac). (mais…)

Conselho Municipal da Transparência

E hoje acontece a 88ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social de Londrina. Será às 19h.

A 88ª Reunião Ordinária será realizada de forma híbrida:

Presencial no Auditório da Prefeitura de Londrina, Av. Duque de Caxias, nº 635, 2º Andar – Jd. Mazzei e

Virtual por WebConferência através do link abaixo:

Link de acesso:

Câmara de Londrina não confia nas urnas eletrônicas que apurou os votos dos vereadores

Pelo jeito a maioria dos vereadores de Londrina não confia no sistema de apuração de votos no Brasil. Eles querem que a urna tenha eletrônica tenha ofereça o voto impresso.
Só para relembrar, o voto eletrônico começou no País em 1991. De lá pra cá houve várias falações de fraude e nunca foi provado absolutamente nada.
Mas, mesmo tendo sido eleitos por este sistema, que já contou votos da direita, da esquerda, do centro, do centro-direita, do centro esquerda e dos extremos, nos últimos 30 anos, confirmando a eleição de personagens de todas estas tendências, agora não acreditam mais na urna, a mesma urna que confirmou a eleição dos próprios.
Ontem eles aprovaram, por 10 votos a 9, um requerimento de autoria do vereador Giovani Mattos (PSC) a uma Moção de Apoio à Proposta de Emenda Constitucional 135/2019, de autoria da deputada federal Bia Kicis (PSL) que acrescenta o parágrafo 12 ao artigo 14, da Constituição Federal, dispondo que, na votação e apuração de eleições, plebiscitos e referendos, seja obrigatória a expedição de cédulas físicas, conferíveis pelo eleitor, a serem depositadas em urnas indevassáveis, para fins de auditoria.

STF confirma decisão de Fachin e anula condenações de Lula

foto Fernando Bizerra Jr

Por 8 votos a 3 o Supremo Tribunal Federal decidiu ontem confirmar a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo então juiz federal Sérgio Moro.

Com isso, Lula recupera seus direitos políticos ‒ o que o torna apto a disputar as eleições de 2022, caso não sofra nenhuma condenação por órgão colegiado, com trânsito em julgado, até lá.

Em março, Fachin, que é relator dos casos referentes à Operação Lava Jato no tribunal, declarou monocraticamente a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) para julgar os casos de Lula e tornou nulas as condenações nas ações penais do tríplex do Guarujá (SP), com pena de 8 anos e 10 meses de prisão, e do sítio de Atibaia (SP), com pena de 17 anos de prisão.

Isso não significa que Lula é inocente ou culpado, mas que o processo que o julgou estava contaminado.

As ações agora devem ser remetidas para novo julgamento pela Justiça Federal de Brasília ou de São Paulo. O foro será definido nos próximos dias.

A palhaçada do Pedágio

E a empresa CCR está fazendo campanha para amenizar a imagem estragada em anos e anos no Paraná. Ela quer participar da licitação do pedágio.

Agora, convenhamos. Pagaram propina desde 1997 para diversos agentes públicos do Estado; fizeram Leniência com multa risível, paga pelo usuário em forma de desconto da propina no preço, e não devolveram os 35% recebidos a mais na tarifa desde 1997; não fizeram as obras da duplicação de Apucarana a Curitiba em 24 anos de faturamento propinado e superfaturado; corromperam todos os atores sociais envolvidos de políticos a entidades sindicais e até judiciais; e ainda querem disputar mais 30 anos de contrato?
54 anos na boca do caixa dos Pedágios?
Mais de meio século de roubalheira e nenhum trecho duplicado integralmente?

E o atual governo do Paraná, vai passar a mão na cabeça dos caras?

Respeito com os desempregados

do Boca Santa

Desempregada, moradora de Campo Mourão usou um grupo de empregos em rede social para chamar a atenção de empregadores. Fez três pedidos:

1) Cumpram o horário marcado para as entrevistas.

2) Só peçam cópias de todo os documentos de quem forem contratar.

3) Avisem o entrevistado que não é selecionado.

“Precisamos de mais empatia. Não é fácil estar desempregado”, finalizou.

Coisas da política

Sabe aquelas coisas que ficam sempre claro: tudo muda para ficar exatamente do jeito que estava?

O atual secretário de Relações do Trabalho do governo Jair Bolsonaro, Mauro Rodrigues de Souza, construiu sua carreira no mundo petista, nos governos Lula e Dilma.

A indicação de Mauro Rodrigues está chamando a atenção de alguns poucos, ou seria de muitos? O homem de confiança da Central Única dos Trabalhadores (CUT), é agora o representante de Bolsonaro no meio sindical.

O risco de o MDB encolher ainda mais no Paraná

MDB está, na verdade, com a pulga, ou um elefante atrás da orelha. Recentemente em entrevista ao blog, o ex-governador Roberto Requião comentou que está tentando articular sua candidatura ao governo.

Óbvio que entra na disputa para ganhar, mas ele quer mesmo é fazer legenda para que os candidatos a deputado estadual – incluindo o filho – e federal tenham alguma chance.

O medo é que, do jeito que está, o partido não faça votos suficientes para emplacar nomes na Câmara Federal ou na Assembleia.

Veja o bate papo.