Ex-amante de Youssef será capa da Playboy

Do blog de Cícero Cattani
taianacamargo

A Playboy confirmou na sexta-feira quem será a capa da revista masculina em janeiro de 2015. E nada de atriz ou modelo.

Trata-se de Taiana Camargo, a ex-assessora parlamentar apontada como amante do doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava-Jato, que investiga um esquema de lavagem e desvio de dinheiro na Petrobras.

As investigações da CPI da Petrobras apontam que Taiana, de 30 anos, teria sido contratada como secretária parlamentar de 2010 a 2013 pela deputada Aline Corrêa a pedido de Youssef e chegou a ganhar restaurantes do doleiro.

Quem também confirmou a informação sobre a revista foi o amigo de Taiana, o cabeleireiro Marques de Paula. “Ela está muito feliz com o ensaio. Eu mesmo já vi algumas fotos e posso adiantar que ficaram muito bonitas”, entrega. O nome da morena surge como uma forma de resgatar uma tradição da revista em convidar anônimas que viraram notícia após polêmicas. (leia mais)

, , , ,

Requião e a dupla personalidade

A assessoria de imprensa do senador Roberto Requião de Mello e Silva (PMDB) entupia a minha caixa de email, que uso para o blog, durante a campanha eleitoral para o governo. Hoje ainda recebo muitos emails da assessoria do governador.

Por outro lado, eu continuo bloqueado no twitter do ex-candidato @requiaopmdb.

Seria dupla personalidade?

Posto de Saúde não sairá do centro de Londrina

Do Núcleo de Comunicação de Londrina

A Secretaria Municipal de Saúde informa que a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro vai continuar instalada na avenida São Paulo, 702. O contrato de locação do imóvel vai ser renovado e a prestação de serviços seguirá normalmente.

Não haverá expediente na UBS Centro nos dias 31 de dezembro e 2 de janeiro devido ao disposto no decreto 1.629, que considera as datas supracitadas ponto facultativo no serviço público municipal. Na segunda-feira (5), o atendimento será normal.

Eclético, há quem diga que Stephanes pode ser candidato a prefeito de Londrina

Ex-candidato a prefeito de Londrina pelo Psol, Valmor Venturini aposta que, se o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff abrir mão de tentar a reeleição, Reinhold Stephanes deve mesmo ser candidato do PSD ao cargo.

Só para lembrar, Stephanes transferiu seu título de eleitor para Londrina há alguns anos. Ele foi ministro de governos quase antagônicos. Foi ministro da Previdência de Fernando Collor de Mello; ministro da Previdência de Fernando Henrique Cardoso; ministro da Agricultura, no governo Luiz Inácio Lula da Silva.

Foi filiado à ARENA, PDS, PFL, PMDB, PSD.

Pois é, na enquete do blog, maioria não concorda com patrocínio da Sercomtel ao LEC

O QUE VOCÊ ACHA DA SERCOMTEL PATROCINAR O LONDRINA ESPORTE CLUBE?

  • NÃO CONCORDO (56%, 29 Votes)
  • CONCORDO (40%, 21 Votes)
  • TANTO FAZ (4%, 2 Votes)

Total Votos: 52

Reinhold Stephanes explica

Li agora há pouco na coluna da Ruth Bolognese que o ex-ministro e deputado Reinhold Stephanes, analisou, em sua mensagem de natal, o motivo da derrota na última eleição.

Disse que foi surpreendido pelo fenômeno de votos recebidos por uma única candidata de Curitiba (Christiane Yared) e apostou na região de Londrina, onde ficou longe das expectativas.

Se realmente apostou em Londrina, fez uma aposta muito, mas muito arriscada. Apesar de ser do mesmo partido do prefeito Alexandre Kireeff (PSD), Stephanes não é muito conhecido fora dos círculos políticos locais. Para piorar, o PSD local tem um número minúsculo de filiados e está longe de ser um partido forte e influente em Londrina.

Vereadores ausentes

Nem todos os vereadores de Londrina, apesar da importância da votação de hoje, estão presentes. O vereador Marcos Belinati, segundo a assessoria dele, havia marcado compromissos e não conseguiu mudar a agenda. O vereador Junior Rosa também não apareceu. Estaria em viagem ao exterior.

Então tá meu povo.

 

Vereadores de Londrina, acreditem, estão trabalhando hoje

Os vereadores de Londrina estão dando um exemplo. Hoje, antevéspera do feriado de ano novo, estão na labuta, aprovando o que faltava do plano diretor.

Estão sendo discutidos os projetos que tratam do Uso e Ocupação de Solo (zoneamento) e o que cria o Plano Viário.

Richa retribuindo, do jeito dele, os votos recebidos em Londrina

“Do ex-deputado estadual Moysés Leônidas: ‘Acho que se Londrina tivesse dado 80% dos seus votos válidos ao governador Beto Richa, ele teria nomeado pelo menos dois secretários daqui. Mas a população só deu a ele 78 por cento dos votos’.”

– Coluna Oswaldo Militão, na Folha de Londrina, de 28 de dezembro de 2014.

Justiça proíbe que servidor tenha acesso à Câmara de Ibiporã

Da Assessoria
A Justiça impôs medida cautelar determinando a suspensão do exercício da função pública do contador da Câmara Municipal de Ibiporã, Enio Gomes de Toledo. A medida determina ainda a proibição dele de acesso ou freqüência no prédio da Câmara, devendo permanecer 500 metros, no mínio, distante desse local. A medida foi imposta nos autos da Ação Penal n° 0006765-02.2014.8.16.0090.
Medida idêntica teria sido imposta ao ex-diretor da Câmara, Walter Santana da Silva, demitido após o encerramento do Processo Administrativo Disciplinar.
A Câmara foi comunicada oficialmente apenas do afastamento do servidor Enio, que deveria retornar ao trabalho, após cumprir a suspensão imposta pelo PAD, no dia 5 de janeiro, mas que permanecerá suspenso por decisão judicial.

Londrina e a Boca Maldita

do Zé Beto

“… Com a eleição de José Richa para o Palácio Iguaçu começaram a chegar os chamados “pés vermelhos”, pessoas da região de Londrina que assumiram cargos ou foram eleitos para o legislativo ou por outros motivos. A Boca Maldita  ficou mais diversificada nessa saudável mistura de gente de toda parte fazendo novos amigos e confraternizando no território mais democrático de Curitiba. A cidade tinha, pelo menos, quatro meios de comunicação eficientes: jornais, rádios, televisão e a Boca Maldita. “Se a Boca Falou, tá Falado” – diziam. Um boato saído da Boca atingia em pouco tempo grande parte da cidade. …”

Olha o cara que a Dilma quer colocar como ministro do Esporte

Do Correio Braziliense

O próximo ministro do Esporte, o deputado federal e pastor licenciado George Hilton (PRB-MG) — flagrado pela Polícia Federal em 2005 transportando R$ 600 mil em dinheiro (R$ 972 mil em valores atualizados) em um avião fretado —, não declarou à Justiça Eleitoral a propriedade de uma empresa de transportes em que é sócio da esposa. A Visão Locação e Transportes Ltda., criada em 2004, está registrada em Belo Horizonte e tem um processo de execução fiscal na Justiça Federal. Pela ação, Hilton, a esposa dele, Gorete Cecílio, e a firma são executados a pagarem R$ 29 mil. Após duas tentativa de penhora de bens para quitar a dívida, o juiz afirmou eles estão em “local incerto e não sabido”.

Hilton não citou a propriedade da empresa na relação de bens apresentada à Justiça Eleitoral. Entretanto, nas certidões judiciais que informou, é possível descobrir um processo relacionado à Visão Transportes. A ação é movida pela Fazenda Nacional desde 2011, devido a uma cobrança de Simples.(leia mais)

Os que ajudam a sujar a cidade

O contribuinte paga impostos e, por isso, quer os serviços públicos funcionando.

É natural.

Porém, há muita gente que não colabora mesmo.

Veja as duas fotos. Em uma delas um tal de Zanin, oferece serviços de eletricista, e prega cartazes em postes pela cidade. Há também cartazes oferecendo o famoso trago seu amor de volta e até bazar de garagem. Como os telefones estão nos cartazes, caso a fiscalização da prefeitura queira atuar, é só entrar em contato com as figuras.

Foto feita na esquina da Avenida Maringá com a Fernando de Noronha

Mais complicado é localizar os caras que jogam de tudo em fundo de vale. Como a foto abaixo, no vale que fica na Rua Monte Castelo, próximo ao Lago Igapó 2. Além de pedaços de móveis, há até tv abandonada e garrafas de bebida jogadas pelos frequentadores de uma casa noturna que fica na esquina da Rua Monte Castelo com a Rua Humaitá.

 

Recesso + férias = abuso

O novo presidente da Câmara de Londrina, Fábio Testa (PPS), vai ter que enfrentar alguns problemas mais pueris a partir de janeiro, quando assume a Casa.

Há um desconforto entre alguns funcionários comissionados e concursados. Ocorre que todos têm direito a férias como qualquer trabalhador, mas acontece que alguns comissionados – não todos, lógico – além das férias normais, “entram em recesso”  quando os seus assessorados não estão por perto.

A situação anda incomodando a galera.