Para o futebol: não é 51 mas é uma boa ideia

Ingresso a 5 reais, vendido antecipadamente para a empresa que recolhia 2 garrafas pet por ingresso. Assim é o programa Futebol Sustentável em São Paulo, envolvendo os times do interior paulista. Deu certo pois aumentou o número de torcedores em partidas pelo interior afora, como Indaiatuba onde no público de 1.613 pessoas, 1.520 trocaram duas garrafas pet por ingresso.

Veja aqui – http://migre.me/u4jve Uma ideia que vale a pena ser testada no Paraná.

Empresário que tem contratos com prefeitura de Maringá é preso

Rudney Rizziolli

Do Angelo Rigon

O empresário Rudney Ricardo Rizziolli (foto), proprietário da empresa Elotech, que prestava serviços de informática a várias prefeituras do Paraná e de outros estados, foi preso nesta sexta-feira em Maringá. A prisão foi determinada pelo Judiciário de Vilhena (RO), onde a empresa foi um dos alvos, hoje, da Operação Tríade.
Ele foi o sétimo preso na operação, que investiga desvio de dinheiro público (mais de R$ 2 milhões) e falsidade ideológica na Prefeitura de Vilhena.

A Elotech tem contratos milionários com a administração Pupin/Barros (Maringá), a maioria com dispensa de licitação. (leia mais)

Hackers, novidade na área

Quer saber a diferença de hacker do bem e o do mal? Conhecer as ferramentas de quem manja acessar o computador remotamente? Proteção e segurança de dados na rede? Então no próximo dia 25 haverá um evento sobre hacking e segurança em Londrina – o Roadsec, que realiza pela primeira vez sua reunião no interior, com apoio da Sercomtel, Celepar e Rohde e Schwarz Cybersecurity. O que é hacking? É o que criminosos de computadores – hackers – fazem quando eles tentam penetrar um sistema de computador ao enganar suas características de segurança.

E vai rolar um h4ck4fl4g no evento, que pode ser conferido aqui – http://roadsec.com.br/londrina2016/ 

Ex-secretário de Nedson é absolvido da acusação de concussão

Do blog do Pedriali

O juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, absolveu da acusação de concussão por 33 vezes o ex-secretário municipal de Gestão Pública Jacks Aparecido Dias (foto), que ocupou o cargo entre 2005 e 2007, no segundo mandato de Nedson Micheleti (PT). Para o juiz, não houve “elementos probatórios bastantes de que o acusado exigiu vantagem indevida em decorrência da função por ele exercida”. A informação é de Loriane Comeli, da Folha de Londrina.
(mais…)

Marconi ou Sgarioni. Um dos dois será candidato do DEM à prefeitura de Londrina

Celso-Marconi1
Celso Marconi

E nesta semana de inverno o Democratas, também conhecido como DEM, manda avisar que, em reunião com o dono do partido no estado, o ex-deputado federal Abelardo Lupion, ficou decidido que a sigla lançará candidato a prefeito de Londrina.

Moacir Sgarioni

Havia um acordo no ano passado de que se o prefeito Alexandre Kireeff saísse candidato à reeleição o DEM seria aliado. Como Kireeff não é candidato, o DEM decidiu virar gente grande e lançar um nome.

A candidatura está entre os empresários rurais Celso Marconi – um dos maiores
especialistas do Brasil em genética animal – e atual presidente da Sociedade Rural do Paraná, Moacir Sgarioni, que deixa o cargo nas próximas semanas.

Food Bikes poderão trabalhar em Londrina

O projeto do vereador Gustavo Richa que autoriza a comercialização de alimentos em Londrina, chamado como “food bikes” foi aprovado. Agora bicicletas ou outros veículos movidos por tração humana poderão vender comida a vontade sobre duas ou três rodas (triciclos).

Vereador quer anular taxa de iluminação pública

A Câmara de Vereadores está analisando um projeto de decreto legislativo que prevê a revogação do aumento na taxa de iluminação pública, chamada de Custeio do Serviço de Iluminação Público (Cosip). O reajuste foi determinado por decreto assinado pelo prefeito Alexandre Kireeff em dezembro do ano passado. A Cosip passou a ser calculada com unidade de Valor de Custeio maior de R$ 22,40 pulou para R$ 48,20. A taxa está embutida na conta que cada consumidor paga à Copel – que é apenas arrecadadora. Porque o percentual da iluminação pública é revertido aos cofres municipais. O valor a ser cobrado de cada londrinense é calculado a partir do que foi consumido. O autor do projeto é Roberto Fu que pede a anulação do reajuste. Para ser aprovada a medida terá que passar pela Câmara e não pode ser efetivada por meio de decreto.

Londrinenses abusados: 6 mil infrações são registradas com novos radares

Vamos falar sério, o povo abusa depois diz que é “indústria da multa”. Os radares fixos e os vídeos-vigias que foram instalados em 18 pontos de Londrina, já flagraram 6.176 infrações e a CMTU tem mais de 5.500 imagens sendo analisadas. O cruzamento da Av. Tiradentes com a rua Bauru, registrou 94  infrações  por avanço de sinal  e 27 por parada na faixa de pedestre. A maioria das multas são por excesso de velocidade, com 5.675 casos, depois o avanço de sinal, com 367, e parada sobre a faixa de pedestre, com 134.

Na maioria destes lugares a velocidade máxima permitida é 60km/hora. Meu, 60km/hora na área urbana é uma velocidade muito razoável. Só para lembrar, em São Paulo, nas marginais Tietê e Pinheiros, você não pode ultrapassar os 50km/h.

PMN faz reunião em Londrina

E o PMN de Londrina fará uma reunião neste sábado com os pré-candidatos a prefeito e a vereadores do partido. Será às 10hs no auditório do City Hall Center, que fica na rua R. Dr. Elias Cesar, 55.

A pauta é a de sempre, organização do partido, possibilidade de coligações, etc.etc.

PDT oficializa pré-candidatura de Marcos Urbaneja à prefeitura de Londrina

13339598_1583545045276716_7655285332798855566_n

Enfim, alguma movimentação política oficial em Londrina. Na noite de quarta-feira a executiva do PDT decidiu, oficialmente, lançar a pré-candidatura oficial do servidor público Marcos Urbaneja à prefeitura de Londrina.

Havia outro nome na mesa, o do fisioterapeuta José Giuliangeli, ex-secretário no governo Barbosa Neto. Porém, depois de algumas discussões, Giuliangeli decidiu retirar seu nome e apoiar Urbaneja.

O pré-candidato é advogado, contador, servidor público e irmão do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Marcelo Urbaneja.

Delator da Operação Publicano dançou e tem benefícios cortados

O auditor delator tanto fez que acabou dançando. Foi rescindido o acordo de delação premiado do delator da Operação Publicano, Luiz Antonio de Souza. A decisão foi do juiz Juliano Nanuncio, atendendo ao pedido do Ministério Público porque o auditor teria praticado extorsão contra outros envolvidos no esquema para que não fossem delatados. Em uma das chantagens, o valor teria passado de R$ 1 milhão. A decisão suspende os benefícios do auditor e da irmã dele, Rosangela Semprebom. Fica mantida a devolução dos bens avaliados em R$ 40 milhões para ressarcimento do erário, pagamento de pena pecuniária (em dinheiro) e das custas processuais referente às ações da Publicano.

Lula está bem na fita, apesar do desgaste do PT, ele está na frente na corrida presidencial

Pesquisa realizada pela CNT/MDA em 25 estados mostrou que o ex-presidente Lula seria o candidato mais votado no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018. O politico foi o candidato que teve o nome mais citado nas intenções de votos espontâneas. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiança.

Lula- 22%

Aécio Neves- 15,9%

Marina Silva- 14,8%

Ciro Gomes- 6%

Jair Bolsonaro- 5,8%

Michel Temer- 5,4%

Brancos e Nulos- 21,2%

Indecisos- 8,9%