Na Câmara

Amanhã vereadores de Londrina discutem uma possível alteração nas leis de Uso e Ocupação de Solo e o pedido de abertura da Comissão Especial de Inquérito (CEI) sobre o fornecimento de alimentação a Maternidade Municipal de Londrina e também Caps. Também haverá três projetos de lei em discussão (para dar nomes a escolas e ruas).

Servidores tentam reaver progressões de salários

Dois mandados de segurança de servidores da Câmara foram julgados por juízes das varas de Fazenda Pública de Londrina. Os servidores querem modificar a lei que cancelou benefícios de 2004, por progressões indevidas, por não obter relação com a área de atividade exercida no legislativo. Até agora em Londrina a Justiça já julgou seis mandados de segurança. Três a favor dos servidores, dois negados e um servidor que conseguiu rever parcialmente os benefícios.

Deputado Tiago Amaral estaria na muda?

E entre os deputados estaduais que se elegeram pela região de Londrina, quem não é visto há tempos é Tiago Amaral (PSB). Desde o tumulto na Assembleia Legislativa do Paraná – como bonde do Camburão e tudo – à deflagração das greves no Estado, ele anda desaparecido. Tem evitado a todo custo ser visto em público.

Filho do conselheiro Durval Amaral, que foi várias vezes deputado estadual, Tiago deve ter recebido do paizão aquele velho conselho: “Passarinho na Muda não Canta”.

Sentimento de culpa

Brasil Confidencial/Isto É

Antes do Natal, o executivo Sérgio Mendes, da empreiteira Mendes Júnior, pediu a seus familiares que soltassem os passarinhos que mantinha em cativeiro em sua casa. Preso na superintendência da Polícia Federal de Curitiba, o empreiteiro entendeu a importância da liberdade.

Londrina terá verba de publicidade de R$ 1,2 milhão

A prefeitura de Londrina terá R$ 1,2 milhão para contratar, nos próximos dias, uma agência de publicidade, segundo a Secretaria Municipal de Gestão Pública, para criar campanhas institucionais. O edital pode ser publicado daqui duas semanas.

Banda

A Prefeitura de Londrina também abriu licitação para contratar uma grande banda. Objetivo seria tocar em cerimônias cívicas, apresentações, datas comemorativas e inaugurações. A sessão de lances será aberta nesta quarta-feira.

Mensalão teria origem em Londrina

Da Gazeta do Povo
Segundo um ex-funcionário de Janene ouvido pela reportagem, que pediu para não ser identificado, o modo do ex-deputado operar no Congresso já era praticado em Londrina. Em 1997, no 3.º mandato de Belinati na prefeitura, Janene teria sido responsável por fazer um acordo com os vereadores para que o prefeito tivesse domínio da maioria da Casa. A “mesada”, segundo o ex-funcionário, era o equivalente a um salário de vereador. À época do mensalão, o caso chegou a ser publicado na imprensa . Belinati foi procurado para comentar o caso, mas não quis falar com a reportagem. (Leia mais)

, , , , ,

Como está a cotação de bunda de cobra

Depois do deputado Cobra Repórter ter perguntado aos professores de Cornélio se eles querem que ele “Dê a bunda” para agradá-los, o filósofo e empresário de carnes e abundância da Vila Recreio, o senhor Zé Ruela, dá a sugestão:

– Melhor perguntar para o ex-assessor do segmento de carnes frescas, Pato Roco, também conhecido como Marcelo Caramori, como está a cotação da bunda de cobra no mercado. É pra saber se vale a pena o investimento.

Também sobrou vaias para Hauly

E o fim de semana também foi casca para o deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB). Ele participou da formatura de alunos da faculdade Unifil no ginásio Moringão. Quando foi convidado a integrar a mesa de autoridades, recebeu uma vaia daquelas que a gente nunca esquece.

Deputado Cobra Repórter perde a esportiva em emissora de rádio, bate-boca com professores e é chamado de Minhoca

cobra-2
A vida era mais fácil quando Cobra apontava o dedo para os políticos e os criticava. Agora os dedos estão apontados para ele

A greve dos servidores estaduais do Paraná, em especial a dos professores, por causa do Pacotaço do governador Beto Richa, tem provocado situações inusitadas aos políticos do Estado.

O novato Cobra Repórter (PSC), paladino da Justiça quando era apresentador de programa policial, crítico ácido dos políticos quando estava com as câmeras ligadas, tem demonstrado um despreparo poucas vezes visto por estas bandas.

Li agora há pouco no blog do Esmael Morais um imbróglio envolvendo Cobra Repórter em Cornélio Procópio. Ele bateu boca com cinco professoras dentro da Rádio FM 104. “O parlamentar perdeu a estribeira quando pressionado para se posicionar contra o ‘pacote de maldades’ de Richa. Surtado, o deputado Cobra afirmou que tem professores ganhando R$ 30 mil mensais, mais do que ele. O parlamentar do PSC ainda perdeu a compostura com as educadoras:

“Já fiz tudo por vocês, assinei documentos, o que mais que vocês querem? Que eu dê a bunda?”, questionou o deputado da “Bancada do Camburão”.

Indignada, uma professora devolveu ao parlamentar: “com esse vocabulário chulo, o senhor deixa de ser o ‘Deputado Cobra’ para se transformar moralmente no ‘Deputado Minhoca‘”.

Efeito Danny Bond

Ciúme de Paolla

A extensão do uso das passagens aéreas dos deputados para suas mulheres tem sido chamada na Câmara de efeito Danny Bond.

Os parlamentares acham que as peripécias de Paolla Oliveira em Felizes para sempre?passaram às respectivas a imagem de que a Brasília dessa turma é um antro de perdição.

Não que não seja.

Por Lauro Jardim

Amanhã tem panfletagem no jogo entre o Londrina e o Cascavel contra Beto Richa

O jogo de amanhã entre o Londrina e o Cascavel, no Estádio do Café, terá mais um ingrediente. Os professores em greve vão fazer uma manifestação no estádio.

Até um material especial foi criado para distribuir para os torcedores em busca de apoio contra o Pacotaço do Beto Richa.tuba

Deputados passam apertado nas mãos dos manifestantes

A sexta-feira não foi um bom dia para políticos da região. Ontem o deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) foi recepcionado com vaias por um grupo de professores e servidores públicos em Cornélio Procópio. Romanelli faz parte da tropa de choque do governador Beto Richa que vem enfrentando greves em todo o Estado.

E em Ibiporã, o deputado federal Alex Canziani (PTB) também passou maus bocados na Câmara de Vereadores. Ele estava lá participando de uma solenidade e teve que ouvir poucas e boas de um grupo de servidores, em especial professores da rede pública.

 

Prefeitura de Londrina fecha 2014 com superavit de R$ 73 milhões

Do NCOM/Londrina

A prefeitura de Londrina encerrou o ano de 2014 com um superavit de R$ 73.735.935,27, resultado de todas as fontes de recursos do município. As receitas líquidas somaram R$ 1.261.810.901,31 e as despesas empenhadas foram de R$ 1.188.074.996,04.

A informação foi divulgada em audiência pública, realizada hoje, na Câmara Municipal, durante a prestação de contas referente ao último quadrimestre de 2014. Participaram representantes das secretarias municipais de Fazenda e de Planejamento, Orçamento e Tecnologia e Controladoria-Geral do Município.

Da previsão de arrecadação de receitas próprias, no valor de R$ 413.049.999,92, foram arrecadados 97,77%, correspondentes a R$ 403.827.879,26. As receitas próprias são compostas do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), Imposto de Renda Retido na Fonte, ITBI, Taxas e Contribuição de Melhorias.

Em 2014, o município aplicou 31,67% do orçamento em Saúde – correspondentes a R$ 217.373.813,02 – e 26,96% em Educação, que representam R$ 189.914.707,17. As despesas com pessoal representaram 45,35% da receita corrente líquida, valor que se enquadra dentro da possibilidade de gastos pela administração, que é de 54%, conforme previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

A Secretaria Municipal de Assistência Social também apresentou o Orçamento Criança, que é uma fatia do orçamento municipal destinado às metas qualitativas e quantitativas de atendimento à criança e ao adolescente. Foi apresentado o Relatório de Gestão dos Direitos da Criança e do Adolescente referente à execução do 6º bimestre de 2014. No ano de 2014 foram aplicados R$ 421.340.665,21, somando-se todos os órgãos como secretarias de Governo, Educação, Cultura, Assistência Social, Políticas para as Mulheres, CAAPSML, Fundação de Esportes de Londrina e Fundo Municipal de Saúde.

Richa e a guerra dentro da própria casa

brigaAlém da queda de braço com os servidores públicos estaduais, o governador Beto Richa também está enfrentando torpedos amigos dentro do seio familiar.

Avelino Antonio Vieira Neto, irmão da primeira dama, Fernanda Richa, disparou a mensagem acima, criticando o primo de Beto Richa, Luiz Abi.

Ele fala com todas as letras o que pensam muitos que circulam pelo Palácio Iguaçu: “Nosso governador Luiz Abi, não é de direito, mas é de Fato. Manda muito mais…”

Luiz Abi não tem cargo no governo, não é secretário, não é assessor, mas quem conhece o governador sabe que Abi tem influência importante em vários setores do governo e isso, pelo jeito, está incomodando muita gente.