E o Pemedebista Maurício Requião, fica no conselho da Itaipu?

E por falar em PMDB, será que o Senador Roberto Requião de Mello e Silva, agora que o partido deixou o governo Dilma, vai pedir para que o irmãozão, Maurício Requião, deixe o cargo de Conselheiro da Itaipu?

Ou será que o citador da Carta de Puebla vai se fingir de morto para traçar o coveiro?

 

Desincompatibilização já

Termina nesta semana o prazo para desincompatibilização dos secretários municipais que desejam se candidatar a vereador.

Em Londrina não se vê qualquer movimentação neste sentido.

Londrina atropela o Jotinha, MARINGÁ foi pro inferno da Segundona e as Esparrelas do David Luiz. Veja no Paçoca Esportiva


E neste programa ainda a super dica de como você deve fazer o supino pra inflar o peitoral.

, , , , , , , , , ,

Kireeff sanciona lei de concessão de estádio

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, sancionou lei que autoriza a concessão do Estádio do Café. O tempo de uso do local seria de 10 anos. O processo de licitação será aberto nos próximos dias. Os que têm cadeira cativa no estádio e boxes de funcionamento terão seus direitos assegurados e não terão custos adicionais.

Londrinenses fazem ato público de apoio ao juiz Sérgio Moro

Um ato público foi realizado pelo grupo Marcha Londrina ontem. Mais de 100 pessoas ficaram em frente a Polícia Federal (PF). Após a manifestação o grupo protocolou um documento de apoio ao trabalho da PF na Operação Lava Jato.

Dilma envia solicitação ao STF defendendo Lula

A presidente Dilma Rousseff enviou ontem, uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF), onde ela defende o interesse público na nomeação do ex-presidente Lula como ministro. Na manifestação ela diz que não há nada ilegal na conversa que foi grampeada.

Conta pra nós aí Requião. Vai trair o partido ou vai trair a Dilma?

E então, Roberto Requião de Mello e Silva, o Senador da Carta de Puebla, vai cerrar fileiras em defesa da Dilma e trair o seu partido ou vai acatar a decisão do “PMDB velho de Guerra” de debandar do governo?

Abuso sexual, depoimentos mostram que a coisa é ainda mais grave

Durante os depoimentos sobre o caso da exploração sexual de menores, em Londrina, uma das menores vítimas dos abusos disse que um Conselheiro Tutelar, também mantinha relação com menores.

Paraná Clube entra para o time dos Sem Estádio

E o Paraná Clube, que reclamou feito criança birrenta do Estádio Vitorino Gonçalves Dias – depois da derrota para o LEC – agora entra para o clube dos Sem Estádio.

O Tribunal Regional Federal, da 4ª Região, confirmou ser a União a legítima proprietária do Estádio Durival Britto e Silva, do Paraná Clube, em Curitiba”.

Conforme o portal Paraná Online a área onde está o estádio pertencia à Rede Ferroviária Federal S.A (RFFSA) – o Ferroviário, um dos clubes que deu origem ao Tricolor, era formado por funcionários da empresa estatal de transporte.

Entretanto, em 2007 a RFFSA foi extinta e seu espólio passou para a União. Há 44 anos, desde que o Ferroviário se juntou ao Britânia para formar o Colorado, o processo sobre quem é o proprietário do imóvel no bairro Jardim Botânico corre na Justiça.

Ainda cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça.

Fruet cobra posição do PDT. Quer que o partido deixe o governo Dilma

Fruet e a vice Miriam. Não tinha como dar certo

Se tem um cara que entrou para um partido, aliou-se ao ex-inimigo venceu a eleição, mas nunca conseguiu sequer ficar confortável onde está este cidadão é o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet.

Fruet foi do PSDB por muitos anos e, na Câmara, era um dos principais opositores dos governos do PT. Escanteado pelo governador Beto Richa – que mostra preferir companhias menos cristãs – foi parar no PDT. Na campanha para a prefeitura de Curitiba aliou-se ao ex-adversário PT e cedeu a ele a vaga de vice-prefeito.

Mas, desde o primeiro momento, via-se que o santo não batia. Em várias situações a vice, Miriam Gonçalves, embarcava nas militanças petistas, muitas vezes contra a própria administração que participava.

Pois bem. Há alguns meses houve o rompimento. O PT desembarcou do seu governo – meio a fórceps, diga-se, já que muitos não queriam largar a boquinha.

Agora Fruet mandou um recado ao presidente estadual do PDT. Disse Fruet e Osmar Dias – que há anos está acomodado no governo petista – que se o PDT não deixar o governo Dilma, ele, Fruet, se sentirá desobrigado a seguir as orientações do partido e caminhará sozinho.