Casos de família

O primo do governador do Paraná Beto Richa o qual ele disse “que nem pode ser considerado parente pelo grau distante de parentesco”, Luiz Abi Antoun doou R$ 100 mil à campanha eleitoral do governador. Contra fatos, não há argumentos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a Alumpar Alumínios – empresa de Abi – doou R$ 100 mil ao governador no ano passado. Outra doação teria recebido R$ 2 mil nas eleições, quando  o governador candidatou-se a prefeito de Curitiba.  Abi teria ajudado também nas eleições de 2012, doando R$ 5 mil.

Professores recusam proposta de salário

O Sindicato dos Profissionais das Escolas Particulares de Londrina e Norte do Paraná (Sinpro) realizou assembleia com os professores das escolas particulares e de creches de Londrina, para discutir propostas dos sindicatos patronais, Sinepe e Secraso.

Nas creches o Secraso ofereceu 7,68% mais 4%. Para as professoras, o Secraso deve cumprir com  o acordo assinado em 2014, que seria de 10%. Os professores das escolas particulares também rejeitaram a proposta feita pelo Sinepe, de 7%. A prefeitura queria um aumento de 17,7%.

Duques

Em Brasília, quem sofre as consequências de ter um xará enrolado com o Petrolão é Renato Duque, filho do ex-deputado Hélio Duque (PMDB-PR). O rapaz não aguenta mais ter de explicar que nada tem a ver com o ex-diretor da Petrobras acusado de intermediar propinas de empreiteiras para o PT.

Batel, ganha liminar mas não aparece para votar

Das curiosidades na eleição para a presidência da Federação Paranaense de Futebol, ocorrida neste sábado, em Curitiba: o Batel entrou com ações na Justiça Comum e no Superior Tribunal de Justiça Desportiva para ter direito a votar.

Conseguiu liminar nas duas ações garantindo o direito de votar.

E não apareceu para votar.

Entendeu?

Nem eu!

Governo Richa contrata como assessor ex-prefeito condenado por fraude em 13 licitações

Pode parecer pegação no pé, e é. O Governador do Paraná, Beto Richa, parece ter prazer em se assessorar de pessoas com índole, digamos, não convencional.

Foi publicado no Diário Oficial, no dia 10 de março, uma lista com os novos nomeados do governo do Paraná. Entre os novos comissionados está o ex-prefeito de Tamarana Roberto Dias Siena, cargo DAS 5.

Para quem já esqueceu, Roberto Dias Siena foi condenado em maio do ano passado por fraude em 13 licitações. (veja aqui)

 

Prefeitos de Cambé e Ibiporã seguem para a Coreia do Sul

Os prefeitos de Ibiporã, José Maria e de Cambé, João Pavinato, seguem no meio da semana para a Coreia do Sul.

Tem agendadas reuniões com empresários daquele país que tem interesse em investir no norte do Paraná. Segundo José Maria, a intenção é trazer empresas de tecnologia não poluentes.

Clube da Coxinha quer mais ética na política

coxinha

E no Calçadão de Londrina, o primeiro sábado do Clube do Coxinha. Formado por empresários, profissionais liberais, o grupo defende o fim da corrupção, mais ética na política e também temas mais simples de ser resolvidos.

Um deles é a instalação de um café e uma banca de revistas no Calçadão.

O grupo acredita, e eu também, que o Calçadão precisa voltar a ser um local de convivência, não apenas de trânsito de pedestres.

Chapa de Hélio Cury vence eleição na Federação Paranaense de Futebol

IMG_5736
Ao final da assembléia que elegeu Helio Cury para um novo mandato à frente da Federação Paranaense de Futebol por mais 4 anos, derrotando o Atlético e Coritiba mais o Paraná Clube pelo placar de 33 a 25 votos, foi tirada esta foto com os vitoriosos Presidente e seus vicepresidentes (faltando apenas Jacob Mehl, que foi presidente do Coritiba ma década de 90): deputado Evandro Roman, Idu Blaszczak, Helio Camargo, Reginaldo Cordeiro, Helio Cury, Amilton Stival e Amauri Escudero.

Câmara de Ibiporã aprova reajuste salarial dos servidores

Da Assessoria

A Câmara Municipal de Ibiporã aprovou por unanimidade dois projetos de lei que garantem o reajuste salarial dos servidores públicos municipais. A aprovação ocorreu durante o período de Sessões Extraordinárias realizado nos dias 16, 17 e 18 deste mês.

O PL 014/2015, de autoria do Executivo Municipal, autoriza a Revisão Geral Anual dos vencimentos e vantagens dos servidores públicos e agentes políticos da Administração Direita, Autárquica e Fundacional e do Poder Legislativo do Município de Ibiporã. E o PL 015/2015 autoriza a Revisão Geral Anual dos vencimentos e vantagens dos servidores públicos do Quadro de Pessoal do Magistério do Município de Ibiporã.

A proposta enviada pelo prefeito José Maria Ferreira prevê “compensação parcial de perdas inflacionárias do período de 1º de março de 2014 a 28 de fevereiro de 2015, nos seguintes termos: 3,5% com efeito retroativo a 1º de março de 2015 e 1,5% a ser concedido, de forma linear, sem cumulatividade, tendo como base os valores de março de 2014, a partir de 1º de junho de 2015. (mais…)

Concurso em Tamarana

Será aberto um edital nos próximos dias com dois concursos públicos em Tamarana. São 31 vagas, com salários que vão desde R$ 788 a R$ 6.567, 88. A taxa de inscrição é de R$ 35, R$ 50 e R$ 70 e vai do dia 25 de março a 9 de abril. As provas serão objetivas no dia 3 de maio. Alguns cargos terão prova de títulos. A organização do concurso é do site da Exatus.

Tá na hora de Richa parar de brincar com a paciência do paranaense

Olhe bem para a foto abaixo.

Do blog do Esmael Morais – Na foto do Réveillon em Foz do Iguaçu, o governador Beto Richa aparece bem descontraído ao lado do primo Luiz Abi e do colega de corrida das 500 Milhas, Márcio Albuquerque Lima, ambos presos pelo Gaeco.

Nela estão o primo distante, Luiz Abi – é o terceiro da esquerda para a direita – e o governador Beto Richa, durante reveillon em Foz do Iguaçu.

Estão felizes, alegres, despreocupados.

Hoje Abi está preso e Richa não para de dar informações desencontradas.

Alguém no Palácio Iguaçu falou no ouvido dele que ele precisa negar proximidade, negar parentesco, negar que mora neste mundo.

Abi sim é próximo de Richa. O primo não tão distante, há muitos anos é o homem de confiança de Richa.  Foi assim quando o governador era deputado estadual, tem sido assim desde que ele virou governador. Dizer que Richa tem algo a ver com toda a tramoia, por enquanto, sem provas, é uma irresponsabilidade.

Agora continuar tentando essa estratégia besta de “parente distante” só piora e aguça a curiosidade do Gaeco, da imprensa, dos paranaenses.

Sabe quanto foi tungado pela quadrilha que atuava na Receita Estadual de Londrina?

Nem o coordenador do GAECO no Paraná, promotor Leonir Batisti, tem ainda ideia de quanto dinheiro público foi desviado pela quadrilha que atuava na Receita Estadual de Londrina.

Segundo Batisti cada dia aparece uma informação nova e mais pessoas envolvidas, por isso ainda é impossível saber o tamanho da bronca.

 

Richa diz que sua vida é um livro aberto… mas será que passa por uma perícia bem feita?

O governador Beto Richa (PSDB) disse hoje, na Assembleia Legislativa que “toda denúncia que for consistente deve ser investigada e, havendo culpados, que sejam responsabilizados, quem quer que seja”, respondeu à pergunta sobre a investigação e prisão do empresário Luiz Abi Antoun. “Eu nunca me escondi, minha vida é um livro aberto e todos sabem que eu sou intolerante com algo ilícito, sou intolerante com desvio de condita, muito menos com corrupção”, completou Richa que participou do lançamento da Câmara Itinerante, um projeto do legislativo nacional, em Curitiba.

Que bom que ele pensa assim, mas podia agir assim também né, só pensar não vale.

Desculpe aí governador, mas a lista é grande de pessoas complicadas ao seu redor.

Lembra do secretário que o Senhor nomeou para ganhar foro privilegiado e segurar a onda na justiça?

Lembra do caso da sogra fantasma?

Lembra do fotógrafo assessor especial esquisitão que é acusado de exploração sexual de menores?

Lembra do delegado da Receita Estadual, seu companheiro de carro nas 500 Milhas de Londrina e que está preso acusado de achacar empresários?

Lembra do primo – agora parente distante – que era recebido com pompa no seu gabinete, que andava no seu carro com o senhor, que ia nos eventos do hotel Mabu, em Foz, com o Senhor, que coordenou sua campanha para o governo, que foi seu assessor de gabinete quando era deputado estadual, etc, etc.

Quer que a gente lembre de mais alguma coisa, governador?

O que é que a baiana Nutricash tem?

Do Blog do Cícero Cattani

download

Guarde bem esse nome:  Nutricash, de Salvador, vencedora de licitação que possibilita gerenciamento único e descentralizado de cerca de 15 mil veículos distribuídos nos 399 municípios, com consumo anual estimado em 36 milhões de litros de combustíveis.

Até agora, havia dois sistemas de gerenciamento do abastecimento, um para os postos próprios, administrados pelo Departamento de Transporte Oficial (Deto), unidade da Secretaria da Administração e da Previdência, e o outro realizado por cada um dos órgãos do Estado, que tem contratos em separado com postos comerciais e tratamento administrativo diferenciado.

O sistema passou a ser  operacionalizado com um cartão de pagamento magnético para cada carro. Na hora do abastecimento, os motoristas que utilizam o veículo precisam digitar login e senha. Somente assim é possível ter acesso ao combustível tanto nos 26 postos próprios, quanto nos comerciais credenciados pela empresa baiana.

O responsável pela implantação do sistema único de abastecimento de combustível controlado pela Nutricash, foi Ernani Delicato, diretor do DETO, atualmente foragido   por conta do escândalo que envolve o primo do governador, Luiz Abi.

Delicato é oficialmente considerado foragido. Ele é o sexto homem com mandado de prisão decretado pela 3ª Vara Criminal no caso da suspeita de fraude na licitação de R$ 1,5 milhão que resultou na contratação da Providence Auto Center para consertar carros do governo do Estado na região.