APP arruma o maior enguiço com os professores

Do Blog do Tupan
O apoio da APP-Sindicato ao ato em defesa ao governo Dilma/Lula, marcado para esta sexta (18) em Curitiba, revoltou professores que não apoiam o PT e nem a iniciativa. Em um post da APP no facebook, professores questionam o apoio que não passou por assembleia da categoria e também a utilização de recursos dos trabalhadores da educação para o financiamento de atividades de cunho partidário. (mais…)

Lula critica a imprensa, de novo

Na carta aberta, o ex-presidente Lula diz que como sempre a imprensa fica sabendo das coisas e divulga os fatos antes do legalmente interessado ser comunicado. Ele afirma que este ato é injustificável e é uma violência contra ele e sua família. Na carta, o político pede justiça para ele e para todos

Câmara espera a defesa de Dilma

Hoje o presidente da Câmara Eduardo Cunha abriu a sessão plenária pessoalmente. Assim a partir de agora a presidente Dilma Rousseff tem um prazo de 10 sessões plenárias, para apresentar sua defesa à comissão especial eleita.

Câmara atravessa a madrugada para votar projeto da Sanepar

Da Assessoria
Após 15 horas de suspensões e debates, a Câmara de Vereadores aprovou nesta madrugada os projetos que permitem novo contrato com a Sanepar.

O relógio na sala das sessões marcava 5h19 da manhã desta sexta-feira quando o presidente da Câmara Municipal de Londrina, vereador Professor Fabinho (PPS) encerrou os trabalhos da 13ª Sessão Ordinária, iniciados no dia anterior, às 14h15. (mais…)

Protestos em Londrina

Ontem em Londrina, centenas de pessoas protestaram novamente a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). A manifestação ocorreu na mesma data em que o presidente Lula foi nomeado ministro chefe da Casa Civil, para não ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), na Operação Lava Jato. A população segurava cartazes pedindo a saída da presidente Dilma Rousseff. Hoje a Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil) discute uma próxima mobilização para o dia 22 de março.

Cinco integrantes da Comissão do Impeachment

do Fernando Tupan
Da bancada de 30 deputados, o Paraná tem cinco integrantes na comissão de impeachment formada nesta quinta-feira, 17, na Câmara dos Deputados em Brasília. Fernando Francischini (Solidariedade) e Aliel Machado (Rede) são titulares. E Sandro Alex (PPS), Leandre (PV) e Toninho Wandscheer (Pros) são suplentes. Francischini e Sandro Alex são votos garantidos pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). “Agora, ninguém mais segura Dilma, se prepara, não tem jeito, a Câmara vai cumprir seu papel. Impeachment já”, disse Francischini

Suplente entra com representação contra Gustavo Richa

A suplente de veradora Adriana Aguilera, protocolou hoje na Câmara de Londrina uma representação contra o vereador Gustavo Richa, por conduta e procedimento incompatível com o decoro parlamentar.
Richa, eleito pelo PHS, desfiliou-se do partido em setembro do ano passado, mas só recentemente teria comunicado à Câmara.
Por este fato,ao deixar de comunicar a Mesa Diretora sobre sua mudança de partido,teria caracterizado ofensa ao art. 9 º, inciso V – omitir intencionalmente informação relevante ou, … e demais artigos relatados na representação.
Adriana Aguilera quer que a Câmara casse o mandato de Richa.

PF diz que gravou telefonema depois que moro havia decidido terminar a interceptação telefônica

A Polícia Federal (PF) disse que gravou o ex-presidente Lula conversando com a presidente Dilma Rousseff, depois que o juiz Sérgio Moro havia decidido interromper a interceptação telefônica. A interceptação é realizada através da empresa de telefonia. Após o recebimento de notificação da decisão judicial, a PF disse que imediatamente comunicou a empresa telefônica. A nota indica a responsabilidade de fazer uso das gravações ao juiz do processo Lava Jato, Moro. Após ser encerrada a ligação, um relatório foi encaminhado para o juiz. 

Rodrigo Janot manda recado a Lula: “Ser ministro não livra ninguém da Justiça”

Entrevistado agora há pouco, na Suiça, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, sobre as cobranças de Lula que o considera um ingrato, disse que o “Ministério Público tem que ter couro grosso e que ser ministro não livra ninguém da Justiça”. Disse ainda que se deve alguém o cargo que ocupa, é a sua família. “Sou concursado, tenho 32 anos de carreira, e estudei muito para estar aqui. Estamos numa República, ninguém está acima ou abaixo da lei”.

Ação relâmpago de Moro é irresponsável e política

Do blog do Kennedy Alencar

Episódio enfraquece reação do governo e vitamina impeachment

 

A divulgação do grampo de uma conversa entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula mostra que está sendo travada uma guerra aberta entre o juiz Sérgio Moro e o Palácio do Planalto. Moro agiu em retaliação à nomeação de Lula para a Casa Civil.

Numa ação relâmpago, Moro quis causar um dano antes de as investigações saírem das mãos dele e tomarem outro rumo. Isso é perigoso. Um juiz não deve agir politicamente. É frágil o argumento de justificar a divulgação como uma forma de atender ao interesse público e de mostrar que autoridades agiriam na sombra. (mais…)

Juiz Federal acaba de suspender a nomeação de Lula

O juiz Federal Itagiba Catapreta Neto acaba de conceder uma liminar suspendendo a nomeação do Ministro Luiz Inácio Lula da Silva para a Casa Civil ou qualquer outro cargo que lhe outorgue foro privilegiado.

Sempre lembando que é uma decisão em caráter liminar.