Coleção

Pela primeira vez a Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR) concede um título de Doutor Honoris Causa. O agraciado é o senador Cristovam Buarque (PDT-DF). 
Terrorismo agrário
Passa de R$ 100 milhões o prejuízo da Araupel com a invasão do MST numa fazenda no Paraná. Os sem-terra destruíram plantação de pinus que seria extraído só em 20 anos.

E os voos pra Brasilia?

A TAM, mesmo com desconto do ICMS paranaense ao combustível QAV, inaugura vôos diretos de Brasília apenas para Bauru.

Já Londrina perdeu o vôo direto entre a capital federal feito anteriormente pelas Interbrasil, Taba, Trip e Azul. Nunca mais voltou o trecho.

Por que será?

Veja:
http://m.jcnet.com.br/Geral/2015/07/voo-baurubrasilia-da-tam-garantira-opcoes-de-roteiros.html

Para renovar contrato, Sanepar terá que cumprir metas

Está nas mãos do prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff o estudo sobre a renovação ou não do contrato com a Sanepar. O documento, elaborado por uma comissão de estudos da prefeitura, impõe metas a Sanepar, coisa que não existe no atual contrato.

“São 27 metas técnicas, comerciais e gerenciais que sugerimos que sejam cumpridas caso haja renovação”, disse o assessor especial da Prefeitura, Carlos Geirinhas.

Beto Richa imita Dilma até nas “pedaladas”

Da Banda B

O Ministério Público de Contas do Paraná (MPC) emitiu na última segunda-feira (19) parecer sobre as contas do Governador do Estado no exercício financeiro de 2014. De acordo com o órgão, o governo cometeu oito irregularidades, incluindo “pedaladas fiscais” para mascarar as metas e contribuir com gasto excessivo com pessoal. O artifício das “pedaladas” é o mesmo que levou o Tribunal de Contas da União (TCU) a rejeitar as contas do governo Dilma Rousseff.

De acordo com o documento, os itens em que foram encontradas irregularidades estão relacionados à organização administrativa; gestão orçamentária, patrimonial e financeira; à gestão patrimonial e previdenciária; o descumprimento para os limites constitucionais de gastos; às metas fiscais e gastos com pessoal.

A alteração na Previdência foi um dos principais itens que levaram servidores estaduais a entrarem em greve no início do ano e também é citado no documento. Para o MPC, o governo não considerou os pagamentos de aposentadorias a partir dos fundos Financeiro e Militar. (mais…)

Pobre coitado esse Ricardo Teixeira, diz Guirado

E o jornalista e apresentador da CaTV, de Cascavel, Jorge Guirado, sobre o ex-presidente da CBF, Ricardo Teixeira que, juntamente com o ex-jogador e dirigente Franz Beckembauer está sendo investigado pela Fifa:

“Acho um absurdo qualquer duvida sobre Ricardo Teixeira. Ele votou pelo CATAR porque viu que lá poderiam jogar futebol a qualquer horário sem o menor problema. Quis levar o FUTEBOL para promover em lugar de ambiente extremamente agradável e agora ficam condenando o “POBRE” coitado”, ironiza Guirado.

No Catar, sede da Copa do Mundo de 2022, a temperatura durante os meses de verão, em média, costuma variar entre 40°C e 50°C.

Nem todos pensam na reeleição

Enquanto vários vereadores de Londrina já estão em campanha eleitoral para se reeleger, há os que não decidiram se irão concorrer. É o caso do presidente da Casa, Fábio Testa. Professor e advogado, Testa pensa no mestrado que precisa de tempo, além das dores de cabeça que a política trás.

Paulo Bernardo e Gleisi Hoffmann são citados por delator como beneficiários de propina

Gleisi e Bernardo com a presidente Dilma, a que também nunca sabe de nada

Mais um petista entra na alça de mira dos delatores mais que premiados. Agora é o ex-ministro do Planejamento do governo Lula e das Comunicações, do governo Dilma Rousseff, Paulo Bernardo da Silva.

Conforme a Folha de São Paulo, o ex-vereador petista Alexandre Romano disse em delação premiada dentro da Operação Lava Jato, que investiga corrupção na Petrobras, que dividia propinas ligadas ao Ministério do Planejamento com o ex-ministro Paulo Bernardo e com o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, entre 2010 e 2012.

Os desvios no Ministério do Planejamento, desde 2010, podem ultrapassar os R$ 50 milhões.

O PT e Bernardo não quiseram falar sobre o assunto. (leia mais)

, , , , ,

Fora do páreo para a prefeitura de Rolândia

Em Rolândia pelo menos uma pré candidata a prefeitura já caiu fora, ou foi caída, como queiram.

A vereadora Sabine Giesen, que já foi presidente da Câmara, foi acusada pelo Ministério Público Eleitoral de usar indevidamente CPFs de dezenas de pessoas em sua prestação de contas à Justiça Eleitoral.

Enroladona, ela anunciou que está fora do páreo.

Vereadores aprovam o Nota Londrina

Projeto de lei que cria o Nota Londrina foi aprovado ontem, na Câmara de Vereadores. Ele é semelhante ao Nota Paraná que dá créditos tributários aos consumidores que exigem a nota fiscal de prestadores de serviço. A intenção da Prefeitura é diminuir a sonegação e a informalidade resultando em uma conta positiva para o município. A lei deve entrar em vigor em novembro.

A lei prevê que até 30%  do Imposto Sobre Serviços  de Qualquer Natureza (ISS) sejam convertidos em créditos fiscais para o contribuinte. Um campo no site da prefeitura será disponibilizado para que o contribuinte faça um cadastro. O primeiro desconto deve vir em 2017. Com a nota Londrina mais de R$ 2 milhões poderão ser arrecadados. Atualmente o município arrecada R$ 170 milhões de ISS.

CBF confirma próximos jogos do Londrina

O Tubarão joga contra o Tupi, no estádio João Helenio, Juiz de Fora, neste próximo sábado (dia 24) às 19h30. Também no dia 31, sábado seguinte, a partida será no estádio do Café, às 19h30. Os horários foram confirmados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Partidos políticos de Rolândia estudam quem lançar para candidato a prefeito

Em Rolândia os eleitores estão começando a viver o clima da eleição extemporânea para prefeito. Com a cassação do mandato do ex-prefeito Jhonny Lemann pelo Tribunal Superior Eleitoral, os partidos políticos tem até o dia 23 para fazer suas convenções para indicar candidatos. Os registros das candidaturas deve ser feito até o dia 26. Já a campanha propriamente dita está liberada a partir do dia 27. Os programas eleitoras no rádio e na TV começam dia 14.

A eleição será dia 6 de dezembro.