Voto Impresso Auditável

Voto auditável, urna e impressora

Por Renato de Castro Menezes*
Seria nossa urna eletrônica, sem a conferência impressa, aceita pelo critério alemão?

A PEC 135/2019, mais conhecida como a PEC do voto impresso auditável tem causado inúmeras controvérsias. Infelizmente ela ganhou um contorno mais partidário do que técnico. Virou o “Projeto do Bolsonaro”, ao qual os partidos de oposição devem derrotar, pois seria uma “derrota do Presidente”. Mas seria mesmo uma derrota “do Presidente”? (mais…)

, , , , , ,

Semana importante para definição do voto auditável

Bolsonaro e o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso- foto Marcos Corrêa/PR

da Veja

Publicamente, o discurso de ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é uníssono no sentido de que as urnas eletrônicas são totalmente seguras, que não há motivo algum para a implantação do voto impresso e que a medida representa um retrocesso de gasto bilionário desnecessário. Em caráter reservado, no entanto, integrantes da Corte Eleitoral já fazem uma avaliação mais pessimista — ou realista — do cenário que se desenha no Congresso, onde são concretas as chances de aprovação da proposta defendida fervorosamente pelo presidente Jair Bolsonaro. (mais…)

, , , , , , , ,

Regras eleitorais para 2022 podem mudar

do Fernando Tupan
O presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, (PP/AM) sinalizou que o Código Eleitoral Brasileiro deve mudar para 2022, já que a eleição municipal de 2020 mostrou que o atual modelo possibilita um maior número de partidos nas casas legislativas, o que desagrada alguns deputados federais, famintos pela reeleição.

Se for votado até outubro, o Brasil poderá ter um desses sistemas: o voto distrital (ou distritão), distrital misto ou até mesmo manter o atual de representatividade. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Seus problemas acabaram. Salário mínimo vai a R$ 1.088,00

Marcelo Casall Jr/Agência Brasil

Logo após a Câmara dos Deputados aprovar o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, em votação rápida e simbólica (sem registro de votos no painel eletrônico), a proposta foi aprovada no Senado e agora segue para sanção presidencial. A LDO define as metas e prioridades do governo para o ano seguinte, orienta a elaboração da lei orçamentária anual e fixa limites para os orçamentos dos poderes Legislativo e Judiciário e do Ministério Público. (mais…)

, , ,

Rossoni vira réu por improbidade

do blog do Tupan

G1 Paraná informa que o ex-deputado estadual e federal Valdir Rossoni (PSDB) virou réu por improbidade administrativa em uma ação civil pública ligada a Operação Quadro Negro, que investiga desvios de mais de R$ 20 milhões em obras de escolas públicas.

A denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) foi aceita pelo juiz Luis Mauro Lindenmeyer Eche, da Comarca de União da Vitória. A decisão da Justiça é do dia 9 de abril.

De acordo com o MP, Rossoni foi o beneficiário de propina de sete licitações realizadas no município de Bituruna, na região sul do Paraná. Segundo a denúncia, o filho do ex-deputado era prefeito da cidade na época das licitações.

, , ,

Deputada mais jovem do Brasil vai presidir Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher

E a deputada federal Luísa Canziani (PTB) vai comandar a Comissão de Defesa de Direitos da Mulher. A eleição aconteceu hoje de manhã na Câmara Federal. Ela é a mais jovem parlamentar a presidir a Comissão.

(mais…)

, , ,

Nova lei do distrato: Construtoras ganham, consumidor perde e muito

O projeto de lei aprovado na Câmara que prevê que as construtoras fiquem com a metade do valor pago pela venda do imóvel na planta em caso de desistência do negócio por parte do comprador foi considerado um “absurdo” pela Proteste, associação de defesa do consumidor. “Venceu o lobby das construtoras”, diz a advogada Maria Inês Dolci, vice-presidente do Conselho Diretor da Proteste. As informações são de Márcia De Chiara no Estadão. (mais…)

, , ,

Membros da Rede de Ação Política pela Sustentabilidade criticam escolha de Canziani

O deputado federal Alex Canziani durante sessão na Câmara dos Deputados

Joelmir Tavares/Folha de São Paulo

Membros da Raps (Rede de Ação Política pela Sustentabilidade) decidiram questionar a escolha do deputado federal Alex Canziani (PTB-PR) como um dos apadrinhados pela entidade que prega renovação na política.

Para o grupo, o parlamentar não honra a sustentabilidade que está no nome e no DNA da organização. E o pior, afirmam os participantes do levante, é que Canziani está envolvido em escândalos com dinheiro público (nos quais ele nega participação). (mais…)

, , , , , , ,

Da Sercomtel, passando pela Postalis e querendo a Câmara Federal

Se tem uma coisa que ninguém pode negar é que o ex-presidente da telefônica Sercomtel, Christian Schneider dá asas aos seus sonhos.

Ele quer ser deputado federal e está ralando bastante para viabilizar o nome no Paraná.

No fim de semana ele esteve em Jandaia do Sul, no Vale do Ivaí, reunido com representantes de vários personagens que trabalham na mídia da região. Batizado de “Café e Mídia” e ao lado do vice-prefeito de Jandaia, Cir Albieri, que é pré-candidato a deputado estadual, falou sobre seus projetos e, obviamente, pediu um apoio básico e necessário para a candidatura deslanchar.

, , , ,

Temer quer mostrar que o País está avançando

Depois de livrar o próprio da reta ontem durante a sessão de ontem da Câmara Federal que barrou a investigação contra si, Michel Temer, o presidente, informa o colunista Cláudio Humberto, prepara a campanha de lançamento de um arrojado programa cujo objetivo é passar a sensação de recuperar o tempo perdido, com tantas denúncias, determinando a conclusão de mais de 4.000 obras inacabadas em todo o Brasil, no prazo máximo de um ano. Esse programa deve gerar milhares de empregos e deverá injetar na economia cerca de R$50 bilhões. Trata-se do “Agora é avançar”.

, , , , ,

Pepe Richa desiste da disputa

Curitiba, 20 de dezembro de 2011 Batalhao da Policia Rodoviaria Lancamento do Aparelho TOUGBOOK U1. Jose Richa Filho, secretario da infra estrutura e logistica Foto? Cabo Manoel Gomes - PMPR

do blog do Fernando Tupan

O secretário de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa, não sairá mais candidato a uma das vagas da Câmara Federal pelo PSDB. A desistência foi motivada pelo descontentamento de deputados federais com a candidatura. Chegaram a falar que não apoiariam Beto Richa para o Senado, caso o secretário continuasse disposto a entrar na corrida eleitoral de 2018. Em 2010, Pepe também sinalizou que sairia, mas o mesmo grupo, com algumas mudanças, ameaçou de não apoiar Richa na corrida para o Palácio Iguaçu.

 

, , , ,

Site elege Hauly o melhor deputado do Brasil. Maringaense é considerado o pior do Paraná

Do Maringá Post

O Paraná tem o melhor deputado federal do Brasil e Maringá o pior do Paraná. É isso que mostra o ranking de 2017 do site polítcos.org.br, que propõe uma série de critérios para justificar pontuações positivas e negativas de todos os deputados federais no Brasil.

Em primeiro lugar – tanto no Paraná, quanto no Brasil – o londrinense Luiz Carlos Hauly (PSDB) foi o deputado federal que adquiriu a melhor pontuação. Ele alcançou 219 pontos, em uma média que é feita entre os seis critérios, como “Qualidade Legislativa” e “Processos Judiciais”. (mais…)

, , , , , , , ,