Ex-prefeito de Foz é condenado na Operação Pecúlio

do Contraponto

A Justiça Federal em Foz do Iguaçu proferiu na tarde dessa terça-feira (4) a primeira sentença da Operação Pecúlio contra o ex-prefeito da cidade Reni Pereira. A juíza substituta Flávia Ora de Mendonça condenou Reni Pereira em três crimes, que somam sete anos e quatro meses de prisão por corrupção passiva e usurpação da ocupação pública, além de mais quatro anos por fraude em licitação. As penas devem ser cumpridas em regime semi-aberta (mais…)

, , , ,