Famílias de Sem Terra foram abandonadas em Prado Ferreira

Cerca de 40 Famílias de trabalhadores sem-terra, que foram expulsas pelo MST da Fazenda Porta do Céu, em Centenário do Sul, no último dia 31, estão pedindo uma solução para a situação delas. (mais…)

, , , , , ,

Revista Isto É joga uma bomba no colo de Beto Richa e de seu assessor Deonilson Roldo

da Isto É

Ao renunciar ao governo do Paraná para disputar uma vaga no Senado, o tucano Beto Richa perdeu o foro
privilegiado, e como consequência imediata, um dos inquéritos da Lava Jato contra ele foi parar nas
mãos do juiz Sergio Moro. Na semana passada, o Superior Tribunal de Justiça enviou à primeira
instância a investigação que apura se a campanha à reeleição de Richa em 2014 recebeu R$ 2,5 milhões
da Odebrecht via caixa 2. Áudios que estão em poder do Ministério Público Federal, e obtidos com
exclusividade por ISTOÉ, complicam ainda mais a situação do ex-governador. (mais…)

, , , ,

Equipe de Londrina fatura a StockCar Light no Ayrton Senna

Luca Milani faz festa com o pódio (Fotos: Fernanda Freixosa/VICAR/Vipcomm/Divulgação)

O esporte de Londrina anda fazendo sucesso em 2018. As meninas do vôlei Positivo classificaram-se para a primeira divisão do esporte, o Londrina Esporte Clube está bem na Série B e lutando para conseguir acesso à Série A, e ainda tem o basquete que já está classificado para os playoffs.

E ainda tem gente se destacando no automobilismo. Hoje o piloto Luca Milani, da equipe londrinense Motor Fast/V9 Racing subiu ao pódio no autódromo internacional Ayrton Senna, em Londrina, ao vencer a segunda prova da StockCar Light. (mais…)

, , , , ,

Acusados na Publicano vão ser mesmo julgados em Londrina

E as ações da Operação Publicano começam a retornar a Londrina.

Ocorre que a Publicano havia parado porque o nome do governador Beto Richa foi citado nas investigações. Como ele tem foro privilegiado, o processo estacionou por determinação do STF.

Porém, ao analisar a questão, a ministra do Superior Tribunal de Justiça Maria Thereza de Assis Moura determinou que os demais acusados, sem foro privilegiado, sejam julgados pela 3ª Vara Criminal de Londrina.
veja abaixo:
(mais…)

, , , , , , ,

Ministério Público pede absolvição de auditor acusado de crimes sexuais

E numa era em que o linchamento público virou moda. Mais um caso para se pensar, e pensar muito.

O Ministério Público está pedindo a absolvição do auditor fiscal Orlando Coelho Aranda, acusado pelo próprio MP de exploração sexual de menores.

Pois bem, durante todo o desenrolar do processo, Orlando Aranda, que sempre negou o crime, foi preso, escrachado, exposto a humilhações, a família sofreu o diabo com as denúncias, etc, etc.

Agora chegou-se a conclusão que não há provas do suposto crime. Só que, convenhamos, o estrago na vida do cara e da família já está feito.

Aranda ainda responde pela acusação de corrupção, no caso conhecido como Operação Publicano.

Veja o pedido abaixo:

(mais…)

, , , , ,

Ratinho Júnior e a Campanha ostentação

Nada como ter dinheiro, apoiadores e AVIÂO.

Em pré-campanha (os adversários dizem que é muito mais do que uma pré-campanha) para o governo do Paraná, o deputado estadual Ratinho Junior passa muito tempo no ar, literalmente.

Abaixo um video que circula nas redes sociais mostrando Ratinho Jr, Guto Silva e um outro personagem Tiago (não dá para identificar quem seja) se descolando para Campo Mourão.

É a pré-campanha Ostentação.

, , , , , , ,

Deputado do Paraná acusado de receber “mesada” do esquemão Carne Fraca

do Bem Paraná

Sérgio Souza – Agência Senado

O deputado federal Sérgio Souza (PMDB-PR) foi acusado de receber uma mesada de R$ 20 mil do esquema descoberto pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que investiga uma rede de corrupção que envolvia empresas do ramo de proteína animal e funcionários no Paraná do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A menção a Sérgio Souza foi feita pelo veterinário Flávio Cassou, que trabalhou para o frigorífico Seara (grupo JBS), em depoimento à Justiça Federal na última sexta-feira (1º). (mais…)

, , , , , , , ,

JBS pagava propina mensal para ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná

do MaringáPost

Em depoimento à Justiça Federal na sexta-feira passada, o ex-executivo da JBS e veterinário, Flávio Cassou, preso em março na Operação Carne Fraca, contou que pagava há quatro anos uma mesada de 20.000 reais para o ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná, Daniel Gonçalves Filho, que trabalhou em Maringá e fechou delação premiada. A informação é de Ullisses Campbell, no site da revista Veja.

O mensalinho, segundo Cassou disse ao juiz Marcos Josegrei, da 14ª Vara Federal, servia para que ele escolhesse pessoalmente quais fiscais do governo atuariam dentro das unidades da JBS no Paraná, fazendo vista grossa na vigilância sanitária e agilizando licenças (leia mais)

, , , , , ,

“O Urtigão nunca entrou na toca”

“Eu fiquei sete anos em paz fora da política. Agora, que estou de volta, a situação é a seguinte: quando você tem defeito, as pessoas aumentam; se você não tem defeito, as pessoas inventam. Mas acho que a política tem que mudar. Eu estou sendo bem recebido nos lugares que eu vou. Na verdade, eu tenho caminhado pouco porque tenho que ir de carro, eu não tenho helicóptero, eu não tenho cargo no governo. Até disseram: o Urtigão saiu da toca. Na verdade, o Urtigão nunca entrou na toca, eu estou sempre à disposição. A minha dúvida para o próximo pleito é a mesma dos eleitores. Eu não tinha facebook, instagram e nada disso. Agora, tem movimentos que estão surgindo que não estão muito claros. Se me perguntar como serão as eleições do ano que vem eu não saberei dizer, para mim ainda é uma incógnita.”

Osmar Dias, em entrevista ao jornalista Guilherme Marconi, da Folha de Londrina

, , , , , ,

“Bibinho” é alvo de nova operação do GAECO

Olha o Bibinho aí genteee!!!

Informa o Ministério Público do Paraná que estão sendo cumpridos hoje sete mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal de Justiça do Estado. É a Operação Castor, que vem a ser um braço da Operação Argonautas. Além do ex-diretor da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Abib Miguel, conhecido como “Bibinho”, esta fase da operação envolve o prefeito de Rio Azul, no Sudeste do estado, e seus familiares.  (mais…)

, , , , , , , ,

Anatel de olho com lupa na Sercomtel

Os otimistas acreditam que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) não deve mexer com a telefônica Sercomtel até pelo menos o meio do ano que vem.

Os pessimistas não tem essa esperança.

Já os realistas estão com os números nas mãos e tem a consciência de que a Anatel está acompanhando o dia a dia da empresa londrinense. Apesar de todo o esforço a Sercomtel terá dificuldade de honrar seus compromissos no curto prazo. Não haverá dinheiro, no médio prazo, para pagar salários e recolher os impostos. O problema está exatamente aí. Atrasar salários é inadmissível para a Anatel e isso sim poderá desencadear de vez a caducidade da concessão da telefonia fixa.

Para piorar, a Receita Estadual não anda querendo dilatar ainda mais os prazos para o pagamento dos imporstos atrasados.

, , , , , , ,

Serraglio pedindo pra sair?

Da coluna Radar On-line, da revista Veja

Osmar Serraglio, o deputado que deixou o Ministério da Justiça pela porta dos fundos, pôs o pé para fora do PMDB.

Ele está em avançadas conversas com Ricardo Barros para se filiar ao PP. Quem conhece as práticas de Serraglio e Barros, aposta que será uma aliança perfeita.

, , ,

Indústria brasileira perde espaço na economia global

As participações do Brasil na produção e nas exportações de produtos manufaturados mostram que o país está perdendo importância na economia global. Em dez anos, a participação do Brasil caiu tanto na produção como nas exportações mundiais. A fatia das exportações brasileiras de produtos manufaturados no total mundial diminuiu 0,24 ponto percentual entre 2005 e 2015 e ficou em 0,58%. Enquanto isso, a participação da China aumentou 8,83 pontos percentuais e, a da Coreia do Sul, cresceu 0,55 ponto percentual informa o estudo Desempenho da Indústria no Mundo, feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), com base em estatísticas da Organização Mundial do Comércio (OMC). (mais…)

, , ,

Consultoria para fiscalizar concessionárias do Pedágio. Tá sobrando dinheiro aí?

E no classificados da Folha de Londrina de hoje o governo informa que está em andamento uma licitação para contratar consultorias para fiscalizar as obras das concessionárias do pedágio. Somados o montante chega a R$ 10 milhões.

Bom, como sou meio leso, deixa eu ver se entendi direito. O Paraná tem um dos pedágios mais caros do mundo. As concessionárias faturam altíssimo com o bolso do paranaense e dos desavisados que frequentam as nossas rodovias.

E aí o governo do Paraná vai pegar mais R$ 10 milhões de dinheiro público para contratar consultorias para fiscalizar as obras?

O Estado não pode fazer a fiscalização?

Tá sobrando dinheiro aí seu Richa?

Daqui a pouco vai querer contratar fiscalizadores que fiscalizam a consultoria que fiscaliza o pedágio.

Dinheiro público é uma festa.

, , , , , , ,

Deputados querem que presos paguem pela tornozeleira

Os deputados aprovaram em segundo turno de votação o projeto de lei nº 98/2017, que determina que presos que tiverem deferida contra si medida de monitoramento eletrônico arquem com as despesas pela cessão onerosa do equipamento, bem como com as despesas de sua manutenção. A matéria, de autoria dos deputados Marcio Pacheco (PPL) e Gilberto Ribeiro (PRB), recebeu 36 votos favoráveis e dois votos contrários, na sessão plenária desta quarta-feira (25), na Assembleia Legislativa do Paraná. De acordo com a proposta, os apenados que tiverem condições financeiras de arcar com os custos de tornozeleiras, braceletes e chips subcutâneos, deverão fazê-lo. Com isso, o equipamento do Estado ficará destinado apenas a quem não tenha efetivamente condições de custeá-lo.

, , , ,
Página 1 de 512345