Indignados com o aumento do IPTU de Londrina moradores protestam pelas ruas de Curitiba

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Moradores da zona norte “Enterram Marcelo Belinati e Vereadores” em condomínio do Prefeito

Morar no condomínio chique da Gleba Palhano, o Village Premiun, onde reside o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, deixou de ser um prazer para os vizinhos do alcaide.

Além de serem vistos como moradores de um condomínio de ricos que paga IPTU mais barato que de moradias populares em bairros da periferia, também enfrentam protestos em frente de casa.

Hoje de manhã um grupo de moradores de bairros da região norte de Londrina fez um protesto em frente ao Village Premiun. Com faixas, cartazes e megafone, o grupo levou também um caixão para enterrar o imposto extorsivo.

Moradores saiam e retornavam pela portaria com seus carros de luxo, mas o prefeito não apareceu para conversar com os participantes da manifestação.

*As fotos e imagens foram feitos pela Associação Santa Mônica

, , , , , , , , , , , , ,

Vereador Gerson Araújo é condenado a perda dos direitos políticos. Defesa vai recorrer

É meu amigo, a Câmara de Vereadores de Londrina não para de garantir, semanalmente, notícias desairosas – palavra chique essa, desairosa – sobre seus integrantes.

Na quarta-feira o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Marcos José Vieira, deu uma canetada no vereador e ex-presidente da Câmara, Gerson Araújo (PSDB). Ele foi condenado, juntamente com seu ex-assessor Willian Godoy no caso envolvendo a Construtora Iguaçu. Segundo a condenação eles teriam influenciado proprietários de lotes em frente ao Estádio do Café a venderem as áreas para a construtora. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Belinati pede a benção ao Ministério Público e pode mudar IPTU

E hoje o prefeito de Londrina de Londrina, Marcelo Belinati, foi ao Ministério Público de livre e espontânea vontade, mas com o advogado Marcos Ticianelli à tiracolo. Vai que né!

Então, segundo as partes a conversa girou em torno de três assuntos:

  • o aumento brutal do IPTU em Londrina
  • o IPTU mamão com açúcar que é pago por Belinati e seus vizinhos no condomínio Village Premiun
  • o aumento sem precedentes e sem explicação convincente da taxa do lixo

(mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Vai entender essa Câmara. Novo diretor geral da Casa responde processo por improbidade

Fala sério.

A Câmara de Vereadores de Londrina procura né. Como procura encrenca para sair mal na fita.

O novo diretor geral da Câmara, Mark Sandro Sorprezo de Almeida, nomeado pelo presidente interino da Casa, vereador Ailton Nantes, responde a processo de improbidade administrativa na Justiça por suposta irregularidade em licitação para compra de marmitas no município de Rolândia (Região Metropolitana de Londrina). Trata-se de uma ação civil pública protocolada pelo MP (Ministério Público) em setembro de 2015, contra Almeida e o ex-prefeito de Rolândia Jonny Lemman, que pede a devolução de R$ 155 mil aos cofres do município. A informação é do jornalista Guilherme Marconi, da Folha de Londrina. Ele é foi alvo também de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), conhecida como ‘CPI da Marmita’, aberta pela Câmara de Rolândia em 2012. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Belinati, o senhor vai continuar morando lá, ou vai mudar?

PP, cidadão conterrâneo da Vila Recreio, pede pra este prestimoso blog perguntar ao prefeito de Londrina Marcelo Belinati aproveitando a declaração do secretário da Fazenda, Edson Souza que disse que se o cara não puder pagar o IPTU que mude de local.

Então, lá vai: (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Administração pública de Londrina volta a bater cartão no MP

Marcelo Belinati – foto Ricardo Chicarelli

Pois é, a administração municipal de Londrina está voltando a bater cartão no Ministério Público. Ontem o MP informou que está iniciando uma investigação sobre o condomínio Village Premium, onde mora o prefeito Marcelo Belinati e que foi loteado pela empresa do primo dele, Dante Belinati Guazzi. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Condomínio onde mora o prefeito foi entregue há cerca de15 anos e ainda está irregular. Pode isso?

No condomínio fechado na Gleba Palhano onde mora o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, o Villagem Premium, praticamente todas as casas têm metragem superior a 250m² de área construída (veja aqui).

É padrão nestes condomínios de luxo determinar uma metragem mínima de área construída. A ideia é que, desta forma, não se construa no local casas populares, por exemplo, de uns 70 metros, que poderiam desvalorizar o condomínio. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Belinati se recusa a falar na Paiquerê AM quanto aumentou seu próprio IPTU

Lino Ramos
Bicho-Pau

Depois de negar a criação de um simulador para mostrar as projeções sobre os reajustes no IPTU da população de Londrina, agora o prefeito Marcelo Belinati (PP) não quer dizer quanto vai pagar (ou pagou) de Imposto Predial e Territorial Urbano.

No último sábado, Belinati participou no último sábado do Paiquerê Rádio Opinião para justificar os aumentos do imposto, que variam entre 100% e 500%.

O programa foi gravado, já que o prefeito alegou que teria uma agenda com o ministro da Saúde, Ricardo Barros, marcada para o mesmo horário.

Belinati repetiu as alegações já conhecidas, de que a cidade não tem dinheiro para investimentos e que a única alternativa para o Município era aumentar o imposto.

Ao ser questionado por este repórter, escorregou feito bagre ensaboado e não respondeu a pergunta, sobre quanto pagou (ou vai pagar) de IPTU.

Se recusou a responder.


A reportagem da Paiquerê recebeu a informação de que o condomínio onde mora Marcelo Belinati (perto do Shopping Catuaí) teve um IPTU de R$ 56 mil sobre o terreno total.

Como no local haveria 55 imóveis, o imposto a ser pago pelo prefeito seria de aproximadamente R$ 1.000,00 (mil reais). Como Marcelo esconde a informação, a gente fica sem saber!

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Vereadores afastados terão dez dias para defesa prévia antes da Comissão Processante

A Mesa Diretora da Câmara de Londrina recebeu o parecer da procuradoria jurídica da Casa sobre o pedido de abertura de uma Comissão Processante contra os vereadores Rony Alves e Mário Takahashi. Ambos estão afastados da Câmara por decisão da Justiça. Segundo o parecer há elementos que justificam a abertura da CP.

Agora será aberto um prazo de dez dias para que Alves e Takahashi enviem suas defesas prévias. Depois disso o pedido será reavaliado pela Mesa e, possivelmente, votado em Plenário.

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Quem fiscaliza quem? Ninguém fiscaliza ninguém

Como diria o blogueiro Zé Beto, diretamente do Centro Cínico.

Como acreditar numa Câmara de Vereadores eleita para fiscalizar as ações da prefeitura e do prefeito se não consegue fiscalizar nem mesmo as ações dos seus vereadores?

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Barros protocola pedido de CEI contra Rony Alves e Mário Takahashi

O vereador de Londrina Filipe Barros (PRB) protocolou agora há pouco um pedido de formação de uma Comissão Especial de Inquérito para investigar a conduta dos vereadores Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV). Os dois foram denunciados por suposto recebimento de vantagens indevidas para aprovar projetos de mudança de zoneamento.

 

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,