Impasse no acordo coletivo é outro “calo” a ser resolvido pela Sercomtel

do TRT

Permanece o impasse no dissídio coletivo envolvendo a Sercomtel S/A Telecomunicações e o Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicação do Paraná (Sinttel/PR). Na última quinta-feira, em audiência no Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, em Curitiba, as partes buscaram soluções para compor o novo Acordo Coletivo, sempre levando em conta graves dificuldades econômicas por que passa a empresa – que pode inclusive perder a licença concedida pela Anatel para explorar a atividade econômica -, que não dispõe de recursos financeiros para conceder a principal reivindicação dos trabalhadores: reajuste salarial de 7%. Trabalhadores e empregadores tentam chegar a uma solução desde o primeiro semestre deste ano (a data-base da categoria é em junho). (mais…)

, , , , , ,

Bancários dão início a campanha salarial

Os bancários de todo o Brasil iniciam a campanha salarial. Neste momento o Sindicato dos Bancários de Londrina está fazendo uma manifestação no Calçadão.

A categoria reivindica reajuste de 16%, que corresponde à reposição da inflação acumulada desde setembro de 2014, mais aumento real; implantação pelos bancos de PCS (Plano de Cargos e Salários); elevação para R$ 788,00 dos valores dos auxílios alimentação, refeição e creche/babá; Vale-cultura de R$ 130,50; PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de três salários-base mais um valor fixo de R$ 7.246,82; garantia de emprego; suspensão das terceirizações; promoção da igualdade de oportunidades e de tratamento.

Regiane Portieri, presidenta do Sindicato dos Bancários de Londrina, afirma que o objetivo do lançamento da Campanha Salarial é garantir o apoio da sociedade na busca por melhores condições de trabalho e atendimento de qualidade nos bancos. (mais…)

, , , , ,

Jornalistas do Norte do Paraná protestam em Londrina: “Não somos banana”

Jornalistas de Londrina e região protestaram na manhã de sábado distribuindo bananas para a população. A categoria está discutindo o reajuste salarial, mas as negociações estão emperradas. O sindicato patronal não quer dar o aumento pedido pelos jornalistas.

Segundo o Sindicato dos Jornalistas há mais de dez anos a categoria não tem aumento real, pior do que isso, todo ano  sindicato patronal tenta implantar pisos salariais diferenciados entre Curitiba e cidades do interior.

Veja a matéria:

, , , , , , ,