Que dó. Leilão de imóveis de Yousseff pela metade do preço

Do G1

O leilão dos mais de 80 imóveis que pertenciam ao doleiro Alberto Youssef, que começou em setembro e encerrou nesta segunda-feira (16), terminou com um lance vendido. Os bens, avaliados em mais de R$ 8 milhões, serão leiloados novamente com lances iniciais pela metade do preço, a partir desta segunda até o dia 30 de outubro.

(mais…)

Investigação sobre vereadora acusada de rachar salários está parada em Curitiba

Do Fernando Tupan

Já se passou um mês e a investigação contra a vereadora Kátia Dittrich (SD) está parada. Não anda para frente e nem para trás. Até o momento a Comissão responsável não começou as oitivas. Nenhum dos ex-funcionários que a denunciaram por exigir parte do salário foi ouvido. Ainda nem há uma data para o início. A proposta era terminar o processo em até 90 dias. Pelo que tudo indica esse prazo não será cumprido. A assessoria de imprensa ainda não tem a informação de quando acontecerá a primeira reunião. O assunto está sendo gerenciado pelo presidente Serginho do Posto (PSDB) que não se manifestou sobre o assunto. A Comissão Executiva também é formada por Bruino Pessuti (PSD) e Mauro Ignácio (PSB) que deveriam cobrar o início dos trabalhos. Tudo indica que nada andará antes do final do ano. Para tudo ficar para quando o “carnaval chegar”.

Belinati busca apoio para a pá de cal?

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati e o presidente da telefônica Sercomtel, Hans Muller convocam a sociedade, empresas etc para discutir o que fazer com a empresa.

É mais um jogo político do que realmente busca de solução. Ele não quer ficar com a jaca sozinho. E antes que os comissionados do prefeito encham o saco, digo já, não, não é culpa deste Belinati atual a situação que a Sercomtel se encontra – que também andou fazendo umas trapalhadas escalando para comandar a empresa um grupo de pessoas que não se enquadra na Lei das Estatais.  Mas a fila de culpados é gigante e pode incluir aí de má gestão, mercado competitivo, uso político da empresa, etc, etc. (mais…)

, , , , ,

Justiça determina bloqueio de bens de dois deputados do Paraná

E o Ministério Público do Paraná informa que a 2ª Vara da Fazenda Pública de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, determinou, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens de dois deputados estaduais em exercício na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep): Elio Rush e Alexandre Guimarães que teriam utilizado sua verba de ressarcimento para custear alimentação de familiares e visitantes, e do parlamentar que preside a Comissão de Tomadas de Contas da Casa de Leis, responsável por analisar e aprovar as contas das verbas de ressarcimento de todos os deputados. A decisão atende pedido do Ministério Público do Paraná em ação civil pública ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Campo Largo.  (mais…)

, , , , ,

Ministério Público Federal pede o afastamento do ministro Ricardo Barros

do UOL

O MPF (Ministério Público Federal) em Pernambuco informou nesta segunda-feira (16) que solicitou o afastamento cautelar do ministro da Saúde, Ricardo Barros, por suposta influência política para transferir produção de derivados de sangue para o Paraná, seu Estado de origem. O pedido consta em ação civil pública contra a União que pede a manutenção do contrato firmado do governo com a empresa pública Hemobras (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia).  (mais…)

, , , , , , , ,

Vacância será publicada amanhã

Presidente da Câmara de Londrina, Mário Takahashi (PV), diz que amanhã será publicado no diário oficial a vacância do cargo de vereador que era de Emerson Petriv.

Depois disso, o suplente, José Roque Neto, terá 48 horas para reivindicar o cargo.

Um Ratinho com os pés frios

Tem prefeito no Paraná que anda querendo distância do abraço do deputado Ratinho Júnior. Nada contra o cara que é candidato ao governo do Estado. Apenas prevenção e preservação do cargo.

Na foto abaixo, Ratinho Jr abraça três prefeitos que tiveram seus mandatos cassados – Reni Pereira (Foz do Iguaçu), Antonio Belinati e Barbosa Neto, ambos de Londrina.

Pelo sim, pelo não, vai que né!

arquivo google
, , , , , ,

Presidente da Ask é Conselheiro da Sercomtel. Agora pode?

Na administração anterior, em Londrina, a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público foi na jugular de secretários do então prefeito Alexandre Kireeff que acumulavam funções em conselhos. Os alvos foram o vice-prefeito Guto Bellusci, o secretário municipal de Governo, Paulo Arcoverde, o assessor executivo da prefeitura, José Carlos Bruno de Oliveira, e o conselheiro Gustavo Lessa Neto. Além de secretários participavam de conselhos como o do Sercomtel. A alegação do MP era de que, conforme a Constituição, eles não poderiam acumular os cargos. Todos deixaram os conselhos.

Bom, o atual presidente da Ask, Luciano Kuhl é também conselheiro da Sercomtel. Lembrando que o conselho é remunerado também. Porém, segundo a assessoria de imprensa da Sercomtel, Kuhl não recebe remuneração por estar no Conselho.

, , , , ,

Advogado de Petriv irá recorrer

Eduardo Duarte Ferreira, advogado do ex-vereador Emerson Petriv, cujo mandato foi cassado ontem pela Câmara de Londrina, informa que irá recorrer da decisão na Vara de Fazenda Pública.

 

José Roque Neto assume vaga de Emerson Petriv

Com a cassação do mandato do vereador Emerson Petriv, quem assume a vaga é o assessor da Secretaria de Ação Social, José Roque Neto, que já foi vereador na cidade.

Emerson Petriv recebeu do próprio veneno: mandato cassado por 14 votos a 5

Há alguns anos o SBT tinha um slogan que dizia: “Quem procura, acha aqui”.

O ex-vereador Emerson Petriv, de Londrina, tanto procurou que encontrou.

Hoje, durante uma sessão especial na Câmara que durou mais de 9 horas, o mandato dele foi cassado por 14 votos a 5. Ele é acusado de quebrar o decoro parlamentar. Além de perder o mandato, ele ficará inelegível por 8 anos.

Galeria com pouco público. Foto Assessoria da Câmara

Emerson Petriv começou sua andança política pelas mãos do ex-prefeito Antonio Belinati. Foi seu assessor de gabinete, quando este esteve na Assembleia Legislativa do Paraná. Também esteve na Codel, quando Belinati foi prefeito. Há alguns anos, foi alçado a assessor especial da presidência da Sercomtel, no governo do Barbosa Neto. (mais…)

, , , , , , , ,

Ex-mulher de Barbosa Neto é condenada no caso da Operação Assepsia

Loriane Comeli – Folha de Londrina

Ajuizada em 2011, após a deflagração da Operação Antissepsia, que investigou um esquema de desvio de dinheiro da saúde em Londrina durante o governo do ex-prefeito Barbosa Neto (2009-2012), a ação por ato de improbidade administrativa chegou ao final, em primeira instância: o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Emil Tomás Gonçalves, proferiu sentença no último dia 10, condenando os sete réus: a ex-primeira dama Ana Laura Lino, o Instituto Atlântico e seu presidente Bruno Valverde, o ex-secretário de Governo Fábio Passos de Góes, o publicitário Ruy Nogueira Netto, o biólogo Ricardo José Ramires e o empresário Wilson Vieira.  (mais…)

, , , , ,

Justiça absolve quase todos os denunciados do “Esquema Tanato”

Em junho de 2008 o Ministério Público de Londrina denunciou 13 pessoas no que foi chamado de “Esquema Tanato”.

Segundo a denúncia empresas que trabalhavam com o serviço de “conservação de corpos” – tanatopraxia -pagavam uma propina para que funcionários da Autarquia Municipal de Serviços Funerários, indicassem o serviço para familiares das pessoas que contratavam a Acesf. Conforme a denúncia, na época, os funcionários pressionavam os familiares alegando que o corpo poderia se deteriorar rapidamente impedindo inclusive que fosse velado, tendo que ser enterrado o mais rápido possível.

Pois bem, de todos os denunciados, praticamente todos foram absolvidos pelo juiz Paulo Cesar Roldão, da 15º Vara Judicial. Foram absolvidos da acusação de concussão e o crime de associação criminosa prescreveu.

Veja a decisão abaixo: (mais…)

Golpe na Boca Maldita de Londrina

Há os que dizem que foi golpe, outros negam.

O presidente da Boca Maldita de Londrina, Avilmar dos Santos, mais conhecido como Pai Jacó, foi “convidado” ser presidente honorário da Boca. Assessor do governo Richa, Jacó – que na ultima contagem passava dos 90 anos de idade – está com o tempo limitado, não tendo agenda para as atividades da Boca Maldita.

Fundada em 1981 pelo jornalista João Milanez, o empresário João Turco e Pai Jacó, a Boca Maldita está completando 36 anos de maledicências, corneteação, palpites, sugestões e críticas à política e aos políticos de Londrina. Tudo isso sem fins lucrativos.

No dia 24 de novembro haverá um jantar em comemoração a mais um aniversário onde serão apresentados os novos diretores da entidade. O jornalista Naym Libos será o presidente, o professor e empresário Jackson Proença Testa, será o tesoureiro e o advogado Dimas Oliveira o Secretário Geral.

Os novos diretores alegam que não houve golpe. Os demais seres humanos afirmam que houve golpe.

Página 1 de 49612345...102030...Última »