Preso, ex-vereador quer os benefícios da delação premiada. E, cadê os outros?

Orlando Bonilha Proença, o ex-vereador de Londrina que está cumprindo pena há um mês por corrupção na PEL 2, aguarda ansiosamente que a Delação Premiada dele, feita ainda em 2008 o beneficie e ele possa voltar para casa.

O curioso da delação é que ele citou vários empresários e ex-companheiros de Câmara por envolvimento com propina. De dinheiro distribuído a vereadores para aprovar mudança de zoneamento, passando por doação de terrenos, venda de lotes em cemitério e até o famoso rachid com os salários dos assessores.

Os nomes estão todos na delação e até hoje, pelo jeito, as investigações avançaram quase nada.

O advogado de Orlando Bonilha, Ronaldo Neves, cobra do MP a promessa de que, delatando, o ex-vereador não cumpriria pena na cadeia.

Veja a entrevista exclusiva para o blog.

, , , ,

Bonilha, o ex-presidente da Câmara de Londrina, está preso

Bonilha volta pra cadeia/reprodução youtube

A Policia Militar de Londrina prendeu agora à tarde o ex-vereador e ex-presidente da Câmara, Orlando Bonilha Proença. Ele estava na zona norte da cidade e foi denunciado por um morador.

A Rotam, unidade da Policia Militar, foi ao local e cumpriu o mandado de prisão que estava aberto contra ele.

Bonilha foi condenado por concussão. Quando era vereador ele costumava ficar com parte do salário de funcionários.

O ex-vereador, durante seu mandato, se envolveu em vários rolos. Em outra oportunidade foi denunciado num esquema de venda dee terrenos em cemitérios de Londrina.

Ele respondeu aos processos em liberdade. Quando houve a condenação definitiva ele desaparceu e era considerado foragido.

, ,