Parte da delação premiada de Palocci é liberada: Lula comandava a bandalheira

Parte da delação de Antônio Palocci, ex-ministro e irmão/camarada de Luiz Inácio Lula da Silva, o presidiário mais famoso do Brasil, vai barulhar esta semana de eleição.

Na delação Palocci fala com todas as letras que Lula comandava os esquemas de corrupção para manter o PT no poder por longos e longos anos.

Veja abaixo: (mais…)

, , , , ,

Propina para Gleisi, foi no “fio do bigode”, diz ex-deputado Pedro Correia. Mas ela nem tem bigode!

Luiz Vassallo/ Estadão

O ex-deputado Pedro Corrêa (ex-PP) afirmou que propinas de R$ 1 milhão oriundas do suposto ‘caixa’ de seu partido junto à Diretoria de Abastecimento da Petrobrás à campanha de Gleisi Hoffmann (PT) ao Senado, em 2010, foram acertadas ‘no fio do bigode’. A presidente do PT e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, são réus por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no STF. (mais…)

, , , , , ,

Quais os erros que a esquerda cometeu? Veja, a Esquerda no Divã

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

De super poderoso a foragido da justiça: Eike Batista é o novo alvo da Lava Jato

Da Folha de São Paulo

A Polícia Federal tenta cumprir desde o início da manhã desta quinta-feira (26) um mandado de prisão preventiva (sem data para terminar) contra o empresário Eike Batista. A ação faz parte da Operação Eficiência, segunda fase da Calicute, braço da Lava Jato do Rio. (mais…)

, , , , , , , , , , , , ,

10 milhões em propina para o PSDB

do UOL

O juiz federal Sérgio Moro destacou em sua decisão para autorizar a deflagração da“Operação Resta Um” – 33ª etapa da Lava Jato – que os R$ 10 milhões supostamente pagos pela Queiroz Galvão ao senador do PSDB Sérgio Guerra, em 2009, para abafar a CPI da Petrobras, teriam sido abatidos do montante da propina devida pela empreiteira à Diretoria de Abastecimento da estatal petrolífera. (mais…)

, , , , , , , ,

Procuradoria denuncia Paulo Bernardo por organização criminosa e corrupção

do Estadão

O Ministério Público Federal, em São Paulo, denunciou o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo (Governo Lula) e mais 19 investigados. O grupo é acusado de montar uma organização criminosa no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão entre 2009 e 2015, responsável por lavagem de dinheiro e pagamento de propinas para o PT e diversos agentes públicos e privados, que superam os R$ 100 milhões. (mais…)

, , , , , , , ,

Ex-mulher de José Janene diz que não sabe nada sobre a corrupção na Petrobras

Foto: Ass.Câmara

A ex-mulher do ex-deputado José Janene (PP), Stael Fernanda Janene, ouvida hoje de manhã na CPI do Petrolão, na opinião do relator Luiz Sérgio, nada acrescentou às investigações.  Ela negou ter conhecimento de participação do político nos esquemas de corrupção da Petrobras. Segundo Fernanda, o marido não comentava nada em casa e, quando ele morreu, em 2010, eles já estavam separados. Disse também que ele era obcecado pelo poder, não gostava de ostentar riqueza e controlava até a conta do verdureiro. Investigada no caso do Mensalão, Stael disse aos deputados que está com os bens bloqueados e vive com a pensão do ex-parlamentar e o fruto do seu trabalho como corretora de imóveis.

“Eu pessoalmente, nunca estive na Petrobras. Nunca vi Paulo Roberto Costa [ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, seria afilhado político de Janene]. Tudo o que sei em relação a isso, ouvi falar. Não sei se o Janene foi tudo isso em relação à Petrobras. Nunca vi isso na nossa vida”, disse.

“Não me lembro nem de ter falado por telefone [com Paulo Roberto Costa]. Nenhum diretor da Petrobras frequentou a minha casa. Não conheci nenhum, nem sei onde fica o prédio da Petrobras”, disse Stael.

Ela lembrou que, quando Janene faleceu, eles já estavam separados há um ano e dez meses. “Ele não gostou, não falava comigo. Ele ficou 44 dias internado no Incor e não fui visitá-lo, porque ele não quis. A minha relação com o Janene, depois da separação, não foi boa.”

Contas no exterior
Stael também negou ter conhecimento de contas de Janene no exterior, inclusive uma com mais de 100 milhões de euros que seria movimentada por Youssef. Ela admitiu, por outro lado, ter assinado documentos para o marido sem ler, mas não acredita que algum desses papéis se referisse a contas no exterior. (mais…)

, , , ,

Que Beleza: Polícia Federal faz buscas e apreensões em propriedades de Collor e outros senadores

Já dizia não sei quem que a onça perde o pelo mas não as manchas.

E olha lá o ex-presidente cassado Fernando Collor de Mello mais uma vez alvo de investigação, desta vez, na Operação Lava a Jato. A Polícia Federal, feliz da vida, cumpre mandados de busca e apreensão nas casas e escritórios de Ciro Nogueira (PP-PI), Fernando Collor de Mello (PTB- AL) e Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE). Os nomes de Collor e de Ciro foram citados pelo doleiro londrinense, Alberto Youssef. Na Operação Lava Jato. Já o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, citou o nome de Fernando Coelho.

, , , ,

Cerveró pega cinco anos de cana, por lavagem de dinheiro

Da Folha de S.Paulo

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró foi condenado, nesta terça-feira (26), a cinco anos de prisão –em regime, inicialmente, fechado– pelo crime de lavagem de dinheiro. A decisão é do juiz federal Sergio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato e cabe recurso.

Cerveró foi acusado pelo Ministério Público de adquirir um apartamento de luxo no Rio de Janeiro com dinheiro que teria recebido como propina na Petrobras. (Leia mais)

, , , ,

Mesmo depois das revelações no Fantástico, Dilma defende Graça Foster

A ex gerente da diretoria de abastecimento da Petrobras, Venina Velosa da Fonseca, disse ontem, com todas as letras, silabas e crases, em entrevista ao programa Fantástico, da REde Globo, que falou pessoalmente com a presidente da empresa Graça Foster sobre as irregularidades que estavam acontecendo, principalmente na área de comunicação.

Venina contou ao programa que falou com Graça Foster pessoalmente, e também através de email. Disse ainda que levou ao conhecimento do seu superior na época, Paulo Roberto Costa as mesmas informações e não houve qualquer providência.

Hoje a presidente Dilma Rousseff voltou a defender Graça Foster e disse considerar que não há qualquer motivo para demití-la. (leia mais aqui)

, , ,

Veja a lista de políticos que, segundo Paulo Roberto Costa, foram beneficiados com a grana da Petrobras

Do Estadão
Primeiro delator da Lava Jato, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa citou em 80 depoimentos que se estenderam por duas semanas, entre agosto e setembro, uma lista de 28 políticos – que inclui ministro e ex-ministros do governo Dilma Rousseff (PT), deputados, senadores, governador e ex-governadores.
O Estado obteve a lista completa dos citados. A relação inclui ainda parlamentares que integram a base aliada do Palácio do Planalto no Congresso como supostos beneficiários do esquema de corrupção e caixa 2 que se instalou na petrolífera entre 2004 e 2012.
Há nomes que até aqui ainda não haviam sido revelados, como o governador do Acre, Tião Viana (PT), reeleito em 2014, além dos deputados Vander Luiz dos Santos Loubet (PT-MS), Alexandre José dos Santos (PMDB-RJ), Luiz Fernando Faria (PP-MG) e José Otávio Germano (PP-RS). Entre os congressistas, ao todo foram mencionados sete senadores e onze deputados federais. (leia mais)

, , , , , , ,