Planos para Salvar a Sercomtel são apresentados pelo prefeito Marcelo Belinati

Hans Muller e Belinati – Foto Divulgação

E o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, convocou a midia pra explicar o que está sendo proposto para manter a telefônica Sercomtel com as portas abertas, pelo menos por enquanto. (mais…)

, , , , ,

Anatel de olho com lupa na Sercomtel

Os otimistas acreditam que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) não deve mexer com a telefônica Sercomtel até pelo menos o meio do ano que vem.

Os pessimistas não tem essa esperança.

Já os realistas estão com os números nas mãos e tem a consciência de que a Anatel está acompanhando o dia a dia da empresa londrinense. Apesar de todo o esforço a Sercomtel terá dificuldade de honrar seus compromissos no curto prazo. Não haverá dinheiro, no médio prazo, para pagar salários e recolher os impostos. O problema está exatamente aí. Atrasar salários é inadmissível para a Anatel e isso sim poderá desencadear de vez a caducidade da concessão da telefonia fixa.

Para piorar, a Receita Estadual não anda querendo dilatar ainda mais os prazos para o pagamento dos imporstos atrasados.

, , , , , , ,

Como está a Sercomtel? Uma análise para ser mastigada no fim de semana

Pelo jeito vai bem.
Sai de um lucro anunciado pelo ex-gestor Christian Schneider (hoje na equipe do ministro de Comunicações Gilberto Kassab – PSD – no Postalis) para um prejuízo anunciado com pompa e circunstância pelo prefeito Marcelo Belinati e o novo presidente da empresa Luiz Adati de 800 milhões de reais.
Daí aquele processo que estava administrado na ANATEL ao lado da mega OI é colocado em pauta e todo mundo vê a crise de frente: desde 1998 quando o condenado ex-prefeito Antonio Belinati (tio do atual alcaide) requereu um empréstimo de R$ 100 milhões de reais da então rica empresa em 1998 (um ano após o fim do monopólio das telecomunicações). No balanço da empresa há uma dívida de R$ 24 milhões de reais apontado como sendo da Prefeitura e sócia da empresa – mas ninguém cobra(http://bit.ly/2emDZJc).

(mais…)

, , , , , , ,