As decisões que abalaram a Operação Publicano

Por Catarina Scortecci/Gazeta do Povo

Desde o início de 2015, a Operação Publicano enfrenta inúmeras contestações de envolvidos nos processos decorrentes da investigação que revelou um esquema de corrupção na Receita Estadual. Entre os argumentos utilizados para tentar frear o caso, e que acabou vingando no ano de 2017, está uma suposta “usurpação de competência”: a Operação Publicano acabou chegando no governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), e, por isso, não caberia à 3ª Vara Criminal de Londrina abrigar os processos, já que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) é o foro adequado para os governadores de estados. (mais…)

, , , ,

Auditor fiscal envolvido na Publicano diz que está sendo perseguido pelo MP

 

Hoje à tarde o auditor fiscal da Receita Estadual do Paraná, Orlando Aranda, acusado de participar de um esquema de corrupção derrubado pela Operação Publicano, prestou depoimento ao juiz Juliano Nanuncio.

Foi um depoimento tenso (veja acima). Há cerca de dez dias, segundo Aranda, um grupo de policiais do Gaeco, comandado pelo Ministério Público, esteve na casa dele e recolheu diversos documentos. Aranda diz que eram anotações de sua defesa.

Aranda disse que a ação foi feita para prejudicar sua defesa. (mais…)

, , , , , , ,