Filha de Conselheira da Itaipu, faz homenagem ao presidente da empresa na Assembleia

do Angelo Rigon

A Assembleia Legislativa vota hoje, em primeira discussão, o projeto que concede o título de cidadania benemérita ao almirante Anatalício Risden Junior.

Curitibano de nascimento, Anatalício receberá a honraria por proposta da deputada Maria Victória Borghetti Barros (PP), junto com Elio Rusch. O homenageado foi nomeado diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, quando substituiu o general João Francisco Ferreira, que pediu exoneração do cargo. Em maio, por sinal, vai fazer um ano que a mãe da autora do projeto de cidadania, Cida Borghetti (PP), foi nomeada conselheira de Itaipu pelo presidente Jair Bolsonaro, cujo líder na Câmara dos Deputados é Ricardo Barros (PP) – pai da homenageanda e marido da conselheira, que recebe R$ 27 mil mensais por reuniões bimensais. A nomeação deu-se menos de dois meses após o presidente ter citado o nome de Ricardo aos irmãos Miranda, que foram lhe comunicar de que havia irregularidade e pressão indevida na compra da vacina indiana Covaxin.

Leia Também

Por que nos calamos com as mortes de mulheres?

Ouça a coluna do professor Walace Oliveira sobre o feminicídio no Brasil.  

Oriovisto, vítima

E o senador Oriovisto Guimarães (Podemos) alerta que estão usando um número de whats app...

O Partido Republicanos convida

Comente!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments