Moro aceitou ser o “super Ministro da Justiça”

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o juiz Sérgio Moro aceitou agora há pouco, depois de uma conversa com o presidente eleito Jair Bolsonaro, ser o novo ministro da Justiça.

O magistrado vai divulgar uma nota detalhando os termos da proposta que aceitou.

Segundo o G1, o magistrado disse que a motivação de seu encontro com Bolsonaro se dá em razão de o País precisar de uma agenda anticorrupção e anticrime organizado.

“Se houver a possibilidade de uma implementação dessa agenda, convergência de ideias, como isso ser feito, então há uma possibilidade. Mas como disse, é tudo muito prematuro”, disse Moro à reportagem da Globo. Durante o voo, ele chegou a dizer que ainda não há nada definido. “Ainda vai haver a conversa”, emendou.

Um comentário em “Moro aceitou ser o “super Ministro da Justiça”

  • 01/11/2018, 14:54 em 14:54
    Permalink

    Será que o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, também participou do trololó? Como todos sabem, o impoluto (já que no governo do Messias só tem impolutos) Onyx Lorenzoni também recebeu dindim da Odebrecht. Já sei: para o superministro da Justiça do Messias Onyx Lorenzoni também não vem ao caso.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: