Governador interino exonera empresário de Maringá

foto publicada no site do Angelo Rigon

Do Angelo Rigon

Governador em exercício, o desembargador Renato Braga Bettega assinou ontem o decreto 10.513 exonerando o empresário maringaense Waldir Furlan Junior do cargo de assessor da Casa Civil (DAS-5), cargo que ocupava desde maio do ano passado. O cargo tem vencimento mensal de R$ 7.072,07.

Furlan, também conhecido como Boris, é dono do Mr. Bachir Picanha, fino restaurante localizado na Zona 2, e da Katar Turismo, que foi acusada pelo Ministério Público Federal de revender passagens de deputados federais a órgãos públicos, entre 2005 e 2009, no que ficou conhecida como a farra das passagens; do Paraná 11 parlamentares foram denunciados, entre eles Ricardo Barros (PP), marido da governadora licenciada Cida Borghetti (PP), que teria indicado o empresário para o cargo comissionado. Beto Richa o nomeou em 8 de maio de 2017.
Em seu lugar foi nomeada Isabella Ambone da Silva Pelisser, que ocupou cargo comissionado nas gestões municipais do PP em Maringá.

Deixe uma resposta