A Nova Política

da CNN

O governo Bolsonaro nomeou para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) Marcelo Lopes da Ponte, mais um nome vinculado ao centrão na Câmara dos Deputados. Antes, Ponte atuava como chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI).

A nomeação foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter de Souza Braga Netto, e publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (1º). Ele entra no lugar de Karine Silva dos Santos, alinhada ao ministro da Educação, Abraham Weintraub.

Esta é a segunda indicação vinculada ao centrão aceita pelo governo para o fundo de quse R$ 30 bilhões. No dia 18 de maio, em uma outra rodada de negociações com o centrão, o governo nomeou o assessor técnico da liderança do Partido Liberal (PL) na Câmara do Deputados Garigham Amarante para o cargo de diretor de Ações Educacionais do FNDE. A indicação teve a bênção do presidente do PL, Waldemar Costa Neto, condenado no esquema do mensalão.

O FNDE é um dos espaços mais cobiçados por políticos. O órgão é responsável por atribuições que vão desde a contratação de livros escolares, transporte de alunos até o programa federal de financiamento estudantil, o Fies.

Deixe uma resposta