Depois de décadas, mudanças no Sindicato dos Metalúrgicos, e nada tranquilas

Novos tempos.

Depois de 30 e tantos anos comandando o Sindicato dos Metalúrgicos de Londrina, Sebastião Raimundo da Silva – que já foi vereador – deixou o comando da entidade.

Não foi exatamente uma saída tranquila. Ele foi “realocado” para a Federação dos Metalúrgicos, e no lugar dele assumiu o vice, Valdir de Souza, que é genro de Silva.

O sindicato está passando por uma auditoria e, pelo que se comenta dentro do sindicato, o caldo pode entornar trazendo muitas emoções para os envolvidos.

2 comentários em “Depois de décadas, mudanças no Sindicato dos Metalúrgicos, e nada tranquilas

  • 23/04/2019, 15:25 em 15:25
    Permalink

    pelego sim sera que agora deram de dar nó nos cumpanheiros

    Resposta
  • 24/04/2019, 06:14 em 06:14
    Permalink

    Diretor de sindicato é que nem juiz de direito………não larga a teta….

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: