IPTU, números começam a aparecer e são dolorosos

A discussão sobre o IPTU, que tanto o prefeito Marcelo Belinati quer evitar – está até torturado as facilidades tecnológicas para evitar que muita gente saiba o tamanho da bronca do aumento – está ganhando corpo, e pelo motivo óbvio:  o aumento será brutal em várias regiões. Estima-se que, em média, subirá 140%. O projeto já esta na Câmara de Vereadores.

Aí pergunta-se: quem, somado os aumentos reais – descontando a inflação, afinal o IPTU foi reajustado todo esse tepo pela inflação-  dos últimos dez anos, aumentou a renda familiar em 140%.

Há um engano de que o maior reajuste será na região sul, em especial na Gleba Palhano. Ocorre que a maioria das moradias construídas nesta região tem menos de 15 anos, portanto, a planta de valores não está muito desatualizada.

Porém, em bairros mais antigos, com 30, 40 anos, as diferenças serão enormes. A pancada será doída.

 

 

 

Deixe uma resposta