Mais um preso no caso da exploração sexual

Além do advogado e imobiliarista Walid Kauss, também foi preso hoje de manhã o empresário Antonio Crippa Neto, de Cambé, suspeito de envolvimento nos casos de exploração sexual de menores.

Deixe uma resposta