Sessão de julgamento pode ser suspensa. TJ determina que Takahashi seja ouvido antes da sessão

Do G1

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) ordenou que a Comissão Processante (CP) que investiga se houve quebra de decoro parlamentar por parte dos vereadores Mário Takahashi e Rony Alves, réus na Operação ZR3, realize o interrogatório de Takahashi antes da sessão de julgamento.

A decisão da Justiça é de sexta-feira (17). A sessão de julgamento está marcada para segunda-feira (20). A assessoria de imprensa informou que a Câmara ainda não foi notificada oficialmente da decisão.

Os vereadores são acusados de envolvimento em um suposto esquema de corrupção para mudanças de zoneamento na cidade investigado na ZR3. Eles negam as acusações.

A Comissão Processante havia marcado os interrogatórios dos vereadores para 5 de agosto, porém apenas Rony Alves esteve presente. Takahashi alegou que não compareceu para prestar depoimento porque uma testemunha de defesa ainda não tinha sido ouvida.

A defesa do parlamentar alegou que o direito à ampla defesa foi prejudicado porque o vereador não foi intimado da decisão da comissão que dispensou o depoimento de uma testemunha de defesa e manteve a data do interrogatório dele. (leia mais)

Um comentário em “Sessão de julgamento pode ser suspensa. TJ determina que Takahashi seja ouvido antes da sessão

  • 19/08/2018, 18:01 em 18:01
    Permalink

    em vez de se defender, tenta arrastar o processo até caducar. Tem que ser cassado,.Legislativo não é lugar desse povo.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: