Fala sério: Tudo caminha para um acertão para favorecer Cida Borgheti

Traiano e Cida – foto Assembleia

do Fernando Tupan

A candidatura da vice-governadora Cida Borghetti (PP) continua sem musculatura. Por mais que ela se dedique, frequente eventos, converse com prefeitos, articule com deputados, poucos aderiram a candidatura dela. Enquanto ela vem sem força, nos bastidores crescem as especulações de que ela poderia ficar com uma cadeira no Tribunal de Contas. Ela vem negando há mais de um ano essa possibilidade. Mas onde há fumaça, há fogo. Caso role a indicação, quem pode crescer é o atual presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), que concluiria o mandato de Beto Richa (PSDB) a partir de abril do ano que vem.

Caso Cida Borghetti (PP) vá realmente para o Tribunal de Contas do Paraná (TC-PR) e Ademar Traiano (PSDB) herde a chave do Palácio Iguaçu, quem deve crescer na Assembleia Legislativa do Paraná é o primeiro vice-presidente, Guto Silva (PSD). Um dos fiéis escudeiros de Ratinho Junior, (PSD) ao lado de Hussein Bakri (PSD), na casa legislativa, é o que tem mais condições de ficar com a sala da presidência. Junior está fora do páreo porque não pode ter nenhuma distração para emplacar a candidatura ao Palácio Iguaçu. Este ano a campanha eleitoral será de apenas 35 dias.

Um comentário em “Fala sério: Tudo caminha para um acertão para favorecer Cida Borgheti

  • 17/10/2017, 17:44 em 17:44
    Permalink

    Cida – Maria Aparecida – Borghetti Barros não tem curso superior.
    Não pode ir para o Tribunal de Contas do Estado do Paraná.
    Sem diploma

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: