Os caminhos da malandragem 2. Veja outros casos

Só para ilustrar, em Foz do Iguaçu, em 2015 a polícia prendeu o secretário municipal de Tecnologia da Informação Melquizedeque Correa Souza, e outros três jaguaras por supostas fraudes no recolhimento do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). Segundo o delegado do Gaeco Marcos Araguari, “o secretário de Tecnologia da Informação tinha o poder de administrar o banco de dados da Secretaria de Fazenda e há indicativos técnicos apurados de que ele teve condições práticas para isso e de que ele próprio fazia as alterações para reduzir o valor dos imóveis e consequentemente dos impostos”. (leia mais) (mais…)

, , , , , , , , , , ,

Finanças da Sercomtel, clareando… ou não

Ontem publiquei sobre os dirigentes financeiros da empresa (http://bit.ly/2ggHjql) e chamou a atenção que o responsável por apresentar os números na sessão descarrego da Sercomtel na frente do Prefeito e convidados foi Edilson Moreira (Sercomtel Contact Center), já que a atual diretora Rosangela Miqueletti – indicada pelo ex-presidente Luiz Adati – nada disse no evento.

(mais…)

, , , , , ,

Não seria justo cobrar quem quebrou a Sercomtel?

Por José Maschio, jornalista e escritor

Rombo na Sercomtel, memória e belinatis!

A Sercomtel (era o Sercomtel quando criado), a telecomunicações de Londrina, tem um rombo de R$ 200 milhões de acordo com o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati (PP).
Em 1998, no governo Lerner no PR (cada ano um partido) e administração de Londrina de Antonio Belinati (PP) 45% das ações da Sercomtel foram vendidas para a Copel (Cia Paranaense de Energia Elétrica). Na época o valor foi de R$ 200 milhões.
O dinheiro foi desviado quase que na sua totalidade. E hoje o sobrinho pede apoio da chamada sociedade civil organizada para salvar a Sercomtel. Não seria mais fácil cobrar os responsáveis pelos desvios de, na época, mais de R$ 152 milhões?
Pena que o jornalismo paranaense, sem memória, não faz nenhuma ligação entre o desastre atual da telefônica e a origem deste desastre anunciado: o roubo descarado.

, , , , , , , , , , , , , , ,

CMTU, Cohab e ainda a Sercomtel, alvos do Ministério Público

O blog vinha alertando desde o início do ano que a telefônica Sercomtel e a Cohab de Londrina tinha em seus tem em seus conselhos pessoas que não se enquadram na Lei das Estatais. E não poucas.

Aliás, o blog questionou várias vezes a indicação do ex-presidente da Sercomtel – que pediu demissão ontem – por não se enquadrar na lei. Enfim.

Agora leio na Folha de Londrina, matéria do Guilherme Marconi, que a promotora de Patrimônio Públio, Sandra Koch está dando prazo de 30 dias para que os membros de diretoria e conselho da Cohab e Sercomtel apresentem a documentação necessária que comprove se podem ou não ocupar as funções. (mais…)

, , , , , , , ,

Belinati errou e erra em não atender a Lei das Estatais na Sercomtel

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, errou ao nomear o empresário Luiz Carlos Adati para a presidência da Sercomtel.

Primeiro porque sabia que estava agindo contra a Lei das Estatais, aliás, lei que ele mesmo votou favoravelmente. Entre outras coisas a Lei das Estatais define critérios para a contratação de gestores. A ideia é reduzir os apadrinhamentos meramente políticos.

Segundo o texto da lei, o critério para as nomeações deve ser técnico e os nomes, de preferência, serão do próprio quadro da empresa. Dos conselhos, farão parte de sete a 11 membros, com mandatos de até dois anos, e um quarto deles (25%) devem ser independentes – não poderão ter vínculo com a estatal. (mais…)

, , , , ,

Adati até que tentou, mas era um peixe fora dágua

Dentro de alguns minutos a assessoria do ex-presidente da telefônica Sercomtel, Luiz Adati, vai soltar uma nota oficial explicando porque ele está deixando o comando da empresa. A não ser que eu esteja muito errado, vai alegar questões pessoais, etc,.

Mas o fato é que Adati há muito tempo já vinha pensando em deixar o barco. Obviamente ele não podia alegar que não sabia como estava a situação da empresa. O irmão dele, Carlos Alberto Massaru Adati, fora presidente do Conselho de Administração da Sercomtel e conhecia os números.

Luiz Carlos Adati, empresário bem sucedido no ramo dos estacionamentos, mas sem conhecimento do mercado de telefonia, fez o possível, mas encontrou trocentas pedras pelo caminho, de má vontade de grupos a falta de habilidade política.

Para piorar, o Ministério Público estava analisando a Lei das Estatais o que pode gerar, em breve, a saída de diretores e conselheiros da empresa que não se enquadram nas novas regras. Adati era um dos alvos da promotora Sandra Koch, como agora foi confirmado.

, , , , , ,

Portal da Transparência mostra: Cargo em Comissão na Saúde de Londrina R$ 8.122,00

Durante a campanha eleitoral de 2016 o então candidato a prefeito de Londrina, o médico e advogado Marcelo Belinati, dizia que havia R$ 500 milhões destinados à Saude da cidade. “Não falta dinheiro, falta gerenciamento, gestão”, dizia como um mantra sem fim.

Passados quase nove meses de mandato – tempo de uma gestação – a Saúde de Londrina mostra que não adianta torturar os números, eles são o que são.

Primeiro Belinati tentou contratar um médico para ser o Secretário de Saúde. O convidado aceitou, mas deixou claro que não poderia deixar sua atividade profissional para exclusivamente ser secretário. Não deu certo. O médico pediu exoneração.

Belinati então partiu para o plano B, C, D. Os médicos convidados não aceitaram pois sabiam do tamanho da encrenca.

O prefeito optou por um gestor fora da área médica. Houve protestos internos. Até hoje muitos dos servidores da Saúde não engolem a decisão.

Pois bem, não sobrava dinheiro na Saúde. Belinati mandou cortar horas extras, reduzir plantões, etc, para economizar. Tem sido cada vez mais comuns as reclamações de falta de médico nas UPAS, nos Postos de Saúde, demora no atendimento, etc.

Economizar mais ou menos. Pois tirou as horas extras dos funcionários, porém já nomeou na Saúde três cargos comissionados, com salários brutos que chegam a R$ 8.122,00. Está no Portal da Transparência.

, , ,

Belinati, o sobrinho, Malufou ou Belinatou de vez

E o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, em entrevista ao jornalista Fernando Brevilheri, da TV Tarobá, “malufou de vez, ou Belinatou de vez”.

Disse ele que “a imprensa faz terrorismo e causa pânico com o IPTU”.

Na verdade é o contrário. (mais…)

, , , , , , ,

Como está a Sercomtel? Uma análise para ser mastigada no fim de semana

Pelo jeito vai bem.
Sai de um lucro anunciado pelo ex-gestor Christian Schneider (hoje na equipe do ministro de Comunicações Gilberto Kassab – PSD – no Postalis) para um prejuízo anunciado com pompa e circunstância pelo prefeito Marcelo Belinati e o novo presidente da empresa Luiz Adati de 800 milhões de reais.
Daí aquele processo que estava administrado na ANATEL ao lado da mega OI é colocado em pauta e todo mundo vê a crise de frente: desde 1998 quando o condenado ex-prefeito Antonio Belinati (tio do atual alcaide) requereu um empréstimo de R$ 100 milhões de reais da então rica empresa em 1998 (um ano após o fim do monopólio das telecomunicações). No balanço da empresa há uma dívida de R$ 24 milhões de reais apontado como sendo da Prefeitura e sócia da empresa – mas ninguém cobra(http://bit.ly/2emDZJc).

(mais…)

, , , , , , ,

Advogado quer processar Marcelo Belinati, Jamil Janene, Tio Douglas e Fernando Madureira

Vocês notaram que há quase duas semanas não tem nenhum rolo na Câmara de Londrina?

Tá os caras estão em férias. rsrsr

Mas seus problemas acabaram… mas não para alguns dos vereadores e o prefeito Marcelo Belinati.

O advogado Eduardo Duarte Ferreira, que um dia foi mais que aliado dos políticos da Família Belinati, está estudando propor uma ação contra o prefeito Marcelo Belinati, o vereador Jamil Janene (PP), presidente da Autarquia de Cemitérios,Douglas Carvalho Pereira e o presidente da Fundação de Esportes, Fernando Madureira. (mais…)

, , , ,

Depois de 15 anos Belinati é condenado a devolver 3 milhões. Veja a sentença na integra

Do G1

O ex-prefeito de Londrina Antônio Belinati foi condenado pela 1ª Vara da Fazenda Pública a devolver mais de R$ 3 milhões aos cofres públicos em uma ação que investiga fraude em licitação de serviços de roçagem em terrenos da prefeitura, em 1998.

(mais…)

, , , ,

Copel também tem culpa no imbróglio da Sercomtel

A sócia Copel também é culpada pela crise na Sercomtel. Para quem não se lembra, em 1998 45% das ações da Sercomtel foram vendidas para a Copel – no valor de R$ 186 milhões (hoje quase 1 bilhão) – numa articulação entre o ex-prefeito Antônio Belinati e o então governador Jaime Lerner, cuja vice era Emilia Belinati, na época esposa de Antônio Belinati.

Pouco tempo depois o Ministério Público denunciou que parte do dinheiro da venda das ações da empresa foi usado em campanhas eleitorais e, em especial, na reeleição de Lerner ao governo. (mais…)

, , , , , , , , ,

Passe Livre: Maioria quer que ele seja para todos os estudantes

O Passe Livre será um dos temas que a prefeitura de Londrina e a Câmara de Vereadores devem começar a discutir nas próximas semanas.

Para contribuir com a discussão este modesto – mas nem tanto – blog, fez uma enquete para saber a opinião do leitor.

O resultado apurado foi este: (mais…)

, , , , ,

Passe Livre: É do Couro que Sai a Correia

Por Major Adalberto

Ao invés de discutirmos o Passe Livre Estudantil, de uma maneira ampla, proponho debatermos a respeito do PASSE LIVRE SOCIAL ESTUDANTIL, apenas por uma questão simples de iniquidade.

Se liberarmos o Passe Livre a todo e qualquer estudante de forma indiscriminada, tendo em vista que os custos para ceder tais benefícios saem do mesmo lugar, o imposto pago pelos cidadãos, poderíamos dizer que seria justo que o imposto pago pelo pai do estudante de origem humilde, que recebe um salário mínimo, pague pelos custos da passagem do estudante cujo pai tem condições financeiras de pagar pela passagem do próprio filho? (mais…)

, , , , , ,

Kireeff cria site para esclarecer sobre sua gestão

Como tinha certeza que iria levar umas tijoladas no início da atual administração, o ex-prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, resolveu fazer uma prestação de contas para a população.

E, como é apaixonado pela internet, colocou no ar o site http://gestaokireeff.com.br/. Nele o ex-prefeito coloca, tintim por tintim o que considera as melhores ações de sua administração.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Página 1 de 212