CMTU e as multas. Ex-presidente do Conselho de Trânsito diz que empresa terá que devolver dinheiro das multas

NOTA DO ENTREVISTADO

Uma correção ao que eu disse na entrevista
Não conhecia a sentença de primeiro grau.
Quando terminado o processo (transitado em julgado) haverá efeitos apenas para as partes, só quem ajuizou a ação é que será ressarcido e não toda a coletividade.
O que não impede que pessoas ajuízem demandas com o mesmo fundamento e peçam a restituição, pois firmada está a jurisprudência. (mais…)

, , , , , , , ,

Extra!!! Ação popular quer barrar licitação para novos radares em Londrina

E a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização de Londrina, que amanhã vai licitar a contratação de empresa para instalação de 43 novos radares na cidade – a um custo inicial de R$ 733 mil/mês cada -, vai ter mais um enrosco judicial para resolver.

O advogado Fábio Theophilo ingressou na justiça com uma ação popular pedindo a suspensão da licitação. Entre os argumentos diz que o prazo de 21 dias para que empresas tomassem conhecimento da licitação é exiguo. Também alega que a possível prorrogação do contrato, como está previsto na licitação, é ilegal, entre outras coisas. (mais…)

, ,

MP chama “matemágicos” da CMTU pra dar explicações

No inicio de janeiro, este blog que é mais curioso que manicure em salão lotado, questionava qual era a “matemágica” da Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização sobre o aumento brutal da Taxa de Lixo (veja aqui).

O motivo é simples. Em 2017 o presidente da CMTU, Moacir Sgarioni, alardeou o quanto pode que havia conseguido reduzir o custo e os contratos do Lixo, uma economia que passava de R$ 20 milhões.

Pois bem, veio a nova taxa de lixo e, ao contrário do que qualquer cristão, budista, islâmico, ateu, atoa ou de qualquer outra fé, poderia esperar, não houve redução no valor da taxa. Ao contrário o aumento foi brutal. Há casos de valores que foram quintuplicados.

Ou seja, eles dizem que estão pagando menos e querem cobrar muito mais de você e de mim.

O Ministério Público de Londrina também ficou incomodado e está chamando os matemágicos da CMTU para dar explicações.

, , , , , ,

Justiça condena ex-presidente da CMTU da administração Barbosa Neto

Pensa num governo que enrolou seus integrantes. Agora multiplica por muito.

Pois bem. Informou a Folha de Londrina de hoje que o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Marcos José Vieira, condenou ex-dirigentes da CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) por favorecimento na contratação da empresa MM Consultoria e Serviços Ltda., da Bahia, durante o governo do ex-prefeito Barbosa Neto.  (mais…)

, , , ,

A CMTU não teria interesse em reduzir a tarifa do Busão?

 O advogado Eduardo Lebbos Tozzini, de Londrina tem uma teoria sobre o porque a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanismo não reduz a tarifa do transporte coletivo mesmo tendo economizado consideravelmente com a redução ou cancelamento de benefícios – redução Passe Livre, cortaram a Tarifa Verde que dava 10% de desconto, acabaram com a linha Centro Livre.

(mais…)

, , , ,

CMTU, Cohab e ainda a Sercomtel, alvos do Ministério Público

O blog vinha alertando desde o início do ano que a telefônica Sercomtel e a Cohab de Londrina tinha em seus tem em seus conselhos pessoas que não se enquadram na Lei das Estatais. E não poucas.

Aliás, o blog questionou várias vezes a indicação do ex-presidente da Sercomtel – que pediu demissão ontem – por não se enquadrar na lei. Enfim.

Agora leio na Folha de Londrina, matéria do Guilherme Marconi, que a promotora de Patrimônio Públio, Sandra Koch está dando prazo de 30 dias para que os membros de diretoria e conselho da Cohab e Sercomtel apresentem a documentação necessária que comprove se podem ou não ocupar as funções. (mais…)

, , , , , , , ,

Extra! Extra! Empresa de Brusque pede suspensão da licitação do lixo em Londrina

A empresa WR Serviços Ltda, da cidade de Brusque, Santa Catarina, protocolou, agora há pouco na Companhia Municipal de Tránsito e Urbanização de Londrina, um pedido de impugnação do edital de pregão presencial n° 013/2017-FUL, traduzindo: a licitação para a coleta e destinação do lixo urbano de Londrina.

A empresa apresenta vários questionamentos.

Veja: (mais…)

, , , ,

Passe Livre: Maioria quer que ele seja para todos os estudantes

O Passe Livre será um dos temas que a prefeitura de Londrina e a Câmara de Vereadores devem começar a discutir nas próximas semanas.

Para contribuir com a discussão este modesto – mas nem tanto – blog, fez uma enquete para saber a opinião do leitor.

O resultado apurado foi este: (mais…)

, , , , ,