Novas tecnologias permitem combater a corrupção, diz presidente do TC

O Presidente do Tribunal de Contas do Paraná, conselheiro Durval Amaral, abriu hoje de manhã o VI Fórum de Controle Social que está acontecendo no auditório da universidade Unopar, campus Pisa, e que tem o apoio da Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar).
Estão participando conselhos municipais, ouvidores, observatórios e pessoas das comunidades.

Cerca de 200 pessoas de mais de 12 municípios se inscreveram.

Segundo Amaral, em entrevista a jornalista Célia Baroni, as redes sociais e as novas tecnologias estão fazendo com que as pessoas tenham mais condições e oportunidade de fiscalizar o dinheiro público, ajudando a combater a corrupção.

, , , , ,

MP ouve vereadores sobre o suposto “esquemão” para impedir CP da ZR3

Foto Fernando Maradona Cremonez/CML

E hoje de manhã, conforme informou a Folha de Londrina, o Ministério Público começou a ouvir pelo menos quatro vereadores suspeitos de favorecimento para impedir a criação de uma CP (Comissão Processante) contra Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV), afastados desde janeiro por conta de possível envolvimento na Operação ZR-3, do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). De acordo com o promotor Renato de Lima Castro, os parlamentares teriam sido beneficiados com indicações de conhecidos a cargos do Executivo municipal.  (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Pedido de cassação de Belinati Arquivado. Mais uma ação política Sonrisal em Londrina

E a política em Londrina faz um esforço danado para ficar só no momento picuinha.

Então. Em fevereito ( leia aqui) representantes de três partidos – PSC, PSD e PPS – foram à Câmara e protocolaram um pedido de abertura de Comissão Processante contra o prefeito Marcelo Belinati. Já na época havia o cheiro inconfundível de pura ação política. A acusação era de improbidade administrativa pois, conforme o povo que foi lá, Belinati teria atropelado o processo legal para aplicar o maior reajuste no IPTU desde os tempos da hiperinflação. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

TJ mantém suspensão de aumento do IPTU de três contribuintes de Londrina

Por Bruno Carraro/CBN Londrina

Três contribuintes de Londrina, tiveram mais um ganho na Justiça contra o aumento do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU. Em janeiro desse ano, os três contribuintes entraram com uma ação contra a prefeitura de Londrina pedindo a suspensão do aumento do IPTU. O Tribunal de Justiça havia suspendido – em decisão liminar – o reajuste. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Mais de 13 mil assinaturas já foram coletadas contra o IPTU. Fim de semana tem mais

Os moradores da Zona Norte de Londrina, liderados pela Associação Sta Mônica, continuam com as coletas de assinaturas para suspender a lei que aumentou o IPTU e que provocou um estrago monumental no bolso de todo londrinense.

O grupo já coletou 13 mil assinaturas e nos próximos dias acredita que passará de 18 mil.

Neste fim de semana estarão nas principais feiras livres da cidade.

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Advogado de Rony Alves apresenta defesa preliminar na Câmara

Afastado pela Justiça de Londrina por suposto envolvimento em um esquema para facilitar mudanças de zoneamento mediante pagamento de benefícios pouco cristãos, o vereador Rony Alves (PTB), através do seu advogado Mauricio Carneiro, protocolou a defesa prévia na Câmara.

Agora a Mesa Executiva vai analisar os argumentos e decidir se leva ao plenário para decidir se será aberta uma Comissão Processante ou se o caso será arquivado.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Três são presos pelo GAECO pelo esquema descoberto na Operação ZR3

Bom dia pra você que não acorda com o GAECO na sua porta.

Pois é, os caras estão trabalhando. Hoje o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado cumpriu mandados de prisão preventiva contra três personagens acusados de envolvimento em cobrança e distribuição de benefícios pouco cristãos para a mudança de zoneamento em Londrina. A famosa Operação ZR3.

Foram detidos, por determinação do juiz da  2ª Vara Criminal, Délcio Miranda da Rocha o ex-secretário de Obras de Londrina, o servidor Ossamu Kaminagakura e os empresários Luiz Guilherme Alho da Silva e Vander Mendes Ferreira.

Só para lembrar, no dia 9 o Ministério Público denunciou 13 pessoas envolvidos na ZR3. Entre eles os vereadores afastados Rony Alves (PTB) e Mário Takahashi (PV) que permanecem passeando pela cidade com tornozeleiras eletrônicas.

, , , , , , , , , , , ,

Vice prefeito de Londrina na mira do Ministério Público

E quem pode entrar pesado na mira do Ministério Público é o vice-prefeito de

João Mendonça: agrado para as igrejas com dinheiro da Agricultura

Londrina, João Mendonça.

O Ministério Público recebeu uma denúncia de desvio de finalidade contra Mendonça que é secretário da Agricultura de Londrina.

Vamos ao caso. Em janeiro aconteceu em Londrina o 14º Encontro Intereclesial das CEBs, de 23 a 26. Um evento religioso que nada tem a ver com a agricultura desta terra vermelha.

Pois bem, o secretário de Agricultura, que também é vice-prefeito, contratou uma empresa terceirizada a Eficaz Locadora Ltda, para fornecer banheiros químicos para o evento. O valor foi de R$ 3.096, conforme nota de empenho 9/018.

O questionamento da denúncia é que o dinheiro do orçamento da Agricultura, foi destinado a um evento particular de um grupo religioso que não tem qualquer ligação com o escopo da Agricultura.

Segundo a denúncia, não é a primeira vez que esse tipo de desvio de finalidade acontece.

, , , , , , , , , , , , , , ,

Vereador Gerson Araújo é condenado a perda dos direitos políticos. Defesa vai recorrer

É meu amigo, a Câmara de Vereadores de Londrina não para de garantir, semanalmente, notícias desairosas – palavra chique essa, desairosa – sobre seus integrantes.

Na quarta-feira o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Marcos José Vieira, deu uma canetada no vereador e ex-presidente da Câmara, Gerson Araújo (PSDB). Ele foi condenado, juntamente com seu ex-assessor Willian Godoy no caso envolvendo a Construtora Iguaçu. Segundo a condenação eles teriam influenciado proprietários de lotes em frente ao Estádio do Café a venderem as áreas para a construtora. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Mais um vereador de Foz é alvo de operação da PF

do Estadão

A Polícia Federal, em Foz do Iguaçu, deflagrou nesta terça-feira, 16, a Operação Renitência, oitava fase da Pecúlio. A ação mira um esquema de desvio de recursos públicos. (mais…)

, , , ,

Justiça condena ex-presidente da CMTU da administração Barbosa Neto

Pensa num governo que enrolou seus integrantes. Agora multiplica por muito.

Pois bem. Informou a Folha de Londrina de hoje que o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Londrina, Marcos José Vieira, condenou ex-dirigentes da CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização) por favorecimento na contratação da empresa MM Consultoria e Serviços Ltda., da Bahia, durante o governo do ex-prefeito Barbosa Neto.  (mais…)

, , , ,

MP quer a devolução de R$ 3,4 milhões “desaparecidos” no governo de Antonio Belinati

do blog Bicho Pau/Lino Ramos

A Promotoria de Defesa do Patrimônio Público vai tentar reaver R$ 3,4 milhões desviados da Prefeitura de Londrina, por meio de licitações fraudulentas fabricadas na antiga Comurb, atual CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização). O Tribunal de Justiça publicou o acórdão da decisão da 4ª Câmara Cível do TJ, proferida em 14 fevereiro de 2017, condenando o ex-prefeito Antônio Belinati e outros réus por fraudes em licitações. (mais…)

, , , , , , ,

Fachin pele as alegações finais no processo contra Gleisi

Da Revista Época

Gleisi Hoffmann (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, apresentou, na semana passada, alegações finais no processo que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo. É uma das ações penais mais adiantadas da Lava Jato na Corte. Agora, o ministro Edson Fachin determinou que a Petrobras apresente também seus argumentos finais. A estatal é assistente de acusação da PGR.

, , , , , , ,

MP investiga denúncia contra vereador de Curitiba

Thiago Ferro

Do blog do Fernando Tupan

Enquanto a Câmara Municipal de Curitiba ignorou as denúncias contra o vereador Thiago Ferro (PSDB), o Ministério Público do Paraná continua investigando o parlamentar. No dia 16 de novembro foi aberto um inquérito civil para apurar se ele recebeu parte do salário dos comissionados lotados no gabinete do Anexo 2 da casa legislativa. Caso seja condenado por improbidade administrativa, Ferro poderá perder o mandato, perder os direitos políticos por até 10 anos e ainda ser preso como aconteceu com o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB). É o segundo caso que está sendo investigado pelo MP neste ano. O outro envolve Kátia Dittrich (SD).

, , , ,
Página 1 de 3123