A Igreja Universal e o abuso do poder religioso na eleição

No post Igreja dá um chega pra lá no deputado pastor Praczyk informa a jornalista Roseli Abrão que a Igreja Universal, dona do PRB, não vai permitir que o deputado pastor Praczyk seja candidato à reeleição pela sigla. A Universal está escalando outro pastor para a disputa e, óbvio, vai jogar todo o seu peso na eleição. (mais…)

, , , , , ,

Igreja dá um chega pra lá no deputado pastor Praczyk

Praczyk – Foto Assembleia Legislativa

Lembra daquele deputado estadual pastor evangélico Edson Praczyk, do PRB, denunciado por fazer esquemão com o salário dos servidores do seu gabinete?

Pois bem, informa a jornalista Roseli Abrao que o dito cujo não irá concorrer a um novo mandato. A decisão é da Igreja Universal do Reino de Deus, na qual é pastor, que já escolheu seu representante nas próximas eleições – o pastor Alexandre Amaro. (mais…)

, , , , ,

Reunião na Sercomtel, decisão: jogar a criança no colo do governador

Pois muito bem. Acabou agora há pouco a reunião entre o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, o presidente da Sercomtel Hans Muller, presidentes e diretores de entidade, populares, vereadores, etc, etc.

Convocada pelo prefeito, até que houve boa resposta no quesito presença. Houve discursos sobre a importância da Sercomtel para a cidade e para a região; sobre como é bom (?) ter uma empresa telefônica própria e coisa e tal. Quase nada se falou sobre as bobagens feitas no comando da empresa em todos estes anos, bobagens políticas, bobagens administrativas, bobagens corporativas. (mais…)

, , , , , ,

Site elege Hauly o melhor deputado do Brasil. Maringaense é considerado o pior do Paraná

Do Maringá Post

O Paraná tem o melhor deputado federal do Brasil e Maringá o pior do Paraná. É isso que mostra o ranking de 2017 do site polítcos.org.br, que propõe uma série de critérios para justificar pontuações positivas e negativas de todos os deputados federais no Brasil.

Em primeiro lugar – tanto no Paraná, quanto no Brasil – o londrinense Luiz Carlos Hauly (PSDB) foi o deputado federal que adquiriu a melhor pontuação. Ele alcançou 219 pontos, em uma média que é feita entre os seis critérios, como “Qualidade Legislativa” e “Processos Judiciais”. (mais…)

, , , , , , , ,

Belinati busca apoio para a pá de cal?

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati e o presidente da telefônica Sercomtel, Hans Muller convocam a sociedade, empresas etc para discutir o que fazer com a empresa.

É mais um jogo político do que realmente busca de solução. Ele não quer ficar com a jaca sozinho. E antes que os comissionados do prefeito encham o saco, digo já, não, não é culpa deste Belinati atual a situação que a Sercomtel se encontra – que também andou fazendo umas trapalhadas escalando para comandar a empresa um grupo de pessoas que não se enquadra na Lei das Estatais.  Mas a fila de culpados é gigante e pode incluir aí de má gestão, mercado competitivo, uso político da empresa, etc, etc. (mais…)

, , , , ,

Justiça determina bloqueio de bens de dois deputados do Paraná

E o Ministério Público do Paraná informa que a 2ª Vara da Fazenda Pública de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, determinou, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens de dois deputados estaduais em exercício na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep): Elio Rush e Alexandre Guimarães que teriam utilizado sua verba de ressarcimento para custear alimentação de familiares e visitantes, e do parlamentar que preside a Comissão de Tomadas de Contas da Casa de Leis, responsável por analisar e aprovar as contas das verbas de ressarcimento de todos os deputados. A decisão atende pedido do Ministério Público do Paraná em ação civil pública ajuizada pela 1ª Promotoria de Justiça de Campo Largo.  (mais…)

, , , , ,

Ministério Público Federal pede o afastamento do ministro Ricardo Barros

do UOL

O MPF (Ministério Público Federal) em Pernambuco informou nesta segunda-feira (16) que solicitou o afastamento cautelar do ministro da Saúde, Ricardo Barros, por suposta influência política para transferir produção de derivados de sangue para o Paraná, seu Estado de origem. O pedido consta em ação civil pública contra a União que pede a manutenção do contrato firmado do governo com a empresa pública Hemobras (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia).  (mais…)

, , , , , , , ,

Um Ratinho com os pés frios

Tem prefeito no Paraná que anda querendo distância do abraço do deputado Ratinho Júnior. Nada contra o cara que é candidato ao governo do Estado. Apenas prevenção e preservação do cargo.

Na foto abaixo, Ratinho Jr abraça três prefeitos que tiveram seus mandatos cassados – Reni Pereira (Foz do Iguaçu), Antonio Belinati e Barbosa Neto, ambos de Londrina.

Pelo sim, pelo não, vai que né!

arquivo google
, , , , , ,

Conselho da Sanepar aprova aumento de 11% em participação na CS Bioenergia

Com apoio da Reuters

SÃO PAULO – O conselho de administração da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) aprovou aumento de 11 por cento da participação societária da companhia na CS Bioenergia, presidida por Fabiana Campos (esposa do Deputado Estadual e líder do Governo Luiz Claudio Romanelli (PSB). A CS Energia é fruto da união entre a Sanepar e a Cattalini. (mais…)

, , , , ,

Veja a carta de Palocci ao PT. Ele confirma e acrescenta tudo

Veja, na integra, a carta de Antonio Palocci ao PT

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Lula e o carinho da guerreira em Curitiba

do blog do Fernando Tupan

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou ontem em Curitiba e se hospedou na casa de Mirian Gonçalves (PT), ex-vice de Gustavo Fruet (PDT), em um condomínio de luxo, no bairro do Campo Comprido. Lula chegou a cidade por volta das 13h30. Antes de se eleger presidente, em 2002, um dos anfitriões do petista era o professor Lafayete Neves, que cedia o sofá da sala para que ele tivesse um cantinho para pernoitar em Curitiba. Lula decepcionou Neves com os constantes casos de corrupção e o paranaense deixou o partido, anos antes de estourar a Lava Jato.

, , , , , , , , ,

Stephanes Jr xinga padre de “bandidinho, marginal…”

E o deputado estadual Stephanes Jr (PSB) pisa feio no tomate, na jaca e em tudo em volta durante a discussão sobre a lei que autoriza a venda de bebida alcoolica nos estádios do Paraná.

Ele se dirige a um dos manifestantes e o xinga de bandido, como lembra o jornalista Fernando Tupan:

Stephanes disparou: “você deve ter sido comprado por alguém pra tá aí, né de azulzinho? Você é marginal, tá fazendo o que aí? Presidente, olha o marginal ali, o bandido ali… o bandidinho ali, bandido, bandido…” O problema é que o de “azulzinho” era um assessor do arcebispo de Curitiba, Dom José Antônio Peruzzo, conhecido como Padre Alex, Alexsander Cordeiro Lopes, coordenador da Ação Evangelizadora da Cúria Metropolitana. O sacerdote ficou de cara e se manifestou na conta do Facebook toda a indignação.

Veja abaixo o que escreveu o padre nas redes sociais sobre o episódio e o destempero do deputado que se diz católico. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , ,

A febre da corrupção na Câmara de Curitiba

E o blogueiro de Curitiba, Fernando Tupan, colocando todos os pingos nos IS informa que mais um vereador está sendo investigado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR). O motivo é apropriação de salário de funcionários: Osias Moraes (PRB), da Igreja Universal do Reino de Deus,. É o quinto denunciado em menos de um mês. Moraes ainda tem um agravante: é suspeito de nomear um fantasma (um pastor nomeado no gabinete estava exercendo o evangélio na cidade de Maringá, 400 km de Curitiba). Com tantas denúncias, a expectativa do curitibano é que as laranjas podres sejam afastadas. Segundo uma oposicionista, tudo indica estar ocorrendo uma operação abafa no parlamento e os frutos estragados permanecerão apodrecendo no Palácio Rio Branco.

, , , , , ,

Copel também tem culpa no imbróglio da Sercomtel

A sócia Copel também é culpada pela crise na Sercomtel. Para quem não se lembra, em 1998 45% das ações da Sercomtel foram vendidas para a Copel – no valor de R$ 186 milhões (hoje quase 1 bilhão) – numa articulação entre o ex-prefeito Antônio Belinati e o então governador Jaime Lerner, cuja vice era Emilia Belinati, na época esposa de Antônio Belinati.

Pouco tempo depois o Ministério Público denunciou que parte do dinheiro da venda das ações da empresa foi usado em campanhas eleitorais e, em especial, na reeleição de Lerner ao governo. (mais…)

, , , , , , , , ,

Richa ganha parte da briga com Professores sobre episódio de 29 de abril

Informa a laboriosa equipe de comunicação do governador Beto Richa que o Ministério Público Federal arquivou representação contra ele pelo conflito ocorrido no dia 29 de abril de 2015, no Centro Cívico, em Curitiba. O pedido de arquivamento foi comunicado por meio de ofício do vice-procurador-geral da República, José Bonifácio de Andrada. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , ,
Página 1 de 3123