Gustavo Fruet e Wilson Moreira e a forma de entender a política

Certa vez, entrevistando o ex-prefeito de Londrina, Wilson Moreira, já falecido, considerado um dos melhores prefeitos que a cidade já teve, perguntei a ele por que, depois de ter cumprido um mandato de deputado, federal nunca mais quis ser parlamentar.

  • Olha, você chega na Câmara Federal e vê que você é mais um no meio de 500, que seu poder é quase nenhum e quem manda mesmo é um pequeno grupo que tudo decide. Para ter alguma voz, você demora 3, 4 mandatos. No executivo não, você realmente pode transformar a vida das pessoas; você tem a caneta.

Recordei-me desta conversa ao ler uma matéria da Gazeta do Povo que mostra que o prefeito de Curitiba, Gustavo Fruet deixa o cargo com mais de 60% de desaprovação. Demonstrou que o executivo não é a praia dele. Por outro lado, quando foi deputado, era um dos grandes nomes do PSDB no Congresso.

, , , , , , , , , ,

PMDB de Curitiba e a interminável guerra pelo poder

Do blog do Tupan

A convenção do PMDB foi realizada ontem, mas o letígio continuará na Justiça. Ontem, Requião Filho conseguiu um agravo e suspendeu a limitar obtida pelo advogado Moisés Pessuti para o grupo dissidente do presidente estadual Roberto Requião. Hoje, Pessuti tentará derrubar o mandado obtido pelos requianistas. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,