Ricardo Barros sendo Ricardo Barros: ‘Só o professor não quer trabalhar na pandemia’

do UOL

O deputado federal Ricardo Barros (Progressistas), líder do governo na Câmara dos Deputados, criticou hoje a classe de professores ao afirmar que os docentes “não querem trabalhar” e explicou que, neste momento, há uma votação no Congresso para transformar a educação em serviço essencial e reabrir todas as escolas mesmo com a pandemia da covid-19. (mais…)

, , , , , , , , , , , , ,

Liberdade de Expressão e Liberdade de Imprensa: um debate que você não pode deixar de ver

Liberdade de Expressão e Liberdade de Imprensa.

Este é o tema do debate com os professores Alvaro Ferreira e o psicólogo e doutor Amador Batista. Por que as discussões estão tão acirradas e tão rasas?

Qual a influência da internet neste novo momento do País?

Veja o debate no canal do blog, comente e compartilhe.

, , , , , , , , , ,

Indicações políticas na Agricultura irritam servidores de Londrina

E os engenheiros agrônomos da prefeitura de Londrina andam revoltados com as escolhas do prefeito Marcelo Belinati.

E a principal reclamação agora é com relação ao novo Secretário da Agricultura, o administrador de empresas Alexandre Fujita, indicado para a função pelo vereador Jairo Tamura – como ele mesmo confirmou ontem ao GAECO.  (mais…)

, , , , , , ,

Entrevista exclusiva: Hélio Beltrão diz que é possível o Estado Mínimo e a Carga Tributária quase Zero

, , , , , , , , , ,

UEL perdeu a oportunidade de ser pioneira em Ensino à Distância

Olha, às vezes a Universidade Estadual de Londrina dá umas pisadas no tomate.

Esta história é uma delas.

Relembra o jornalista Naym Libos, em sua coluna no jornal Impacto sobre a oportunidade que a Universidade perdeu de ser pioneira no ensino à distância e faturar fortunas que poderiam ser reinvestidas na instituição.

Veja o que escreveu Libos (mais…)

, , , , ,

Morre Marco Antonio LaFranchi, fundador da Unopar

O empresário Marco Antonio Lafranchi morreu hoje em Londrina. O corpo dele está sendo velado no Cemitério Parque das Alamandas.

Lafranchi tinha 79 anos e foi o fundador da Universidade Norte do Paraná, a Unopar.

Nascido em Jaboticabal, interior de São Paulo, formou-se em medicina nos anos 60, mas ficou pouco tempo nos consultórios, sua vocação era mesmo o comércio. Depois de trabalhar por um período na capital paulista, mudou-se para Londrina e foi gerente comercial de uma loja de pneus.  Pouco tempo depois, assumiu o Colégio São Paulo, na década de 70, e o transformou em uma faculdade. A Unopar foi uma das primeiras a investir em ensino à distância e hoje é uma das maiores do Brasil.

Em 2011, ele se associou ao grupo Kroton – e fez um dos maiores negócios na área de educação já fechados no país na época. A soma passou de R$ 1 bilhão.

 

 

, , ,